Simples Projeto

Creio que não existam menores abandonados no País. Mesmo morando na periferia das cidades, em bairros pobres e casas humildes, o certo é que eles têm pais ou responsáveis pelos seus atos. O que vemos nas esquinas das cidades são muitas crianças desestimuladas pela falta de políticas públicas que possam lhes oferecer condições de um futuro digno.

Continue lendo “Simples Projeto”

Amilcar, Jenuíno e Madalena

Da mesma forma que Amílcar, Jenuíno e Madalena, o Simplicíssimo também envelhece. No último dia 26 de junho, completamos 2 anos no ar na forma de “site”. Sim, pois quem nos acompanha desde o princípio sabe que o verdadeiro começo do Simplicíssimo foi como um e-zine, direto da minha caixa de mensagens para um grupo de 33 amigos selecionadíssimos, que julguei serem capazes de agüentar as Viagens Psicodélicas que se seguiriam Continue lendo “Amilcar, Jenuíno e Madalena”

Osmose

Foi um solavanco, na rua Direita. Alguém mais apressado que ele esbarrou mais forte, assustando-o, e aconteceu. Sua cabeça caiu. Rolou pelo calçadão, parando próximo ao camelô que vendia pilhas a um real. Por sorte não caiu virada para o muro.
O certo é que pôde observar seu corpo indo em direção ao metrô. Continue lendo “Osmose”