Vazantes

As chuvas de verão, aqui no Pantanal criam além da imaginação. Fica-se entre a realidade e a ficção.
O mais importante é crer no que se apresenta por lá. Histórias formam-se em rodas de peões, nas noites que não se espera o dia de trabalho, pois, sabe-se que não haverá trabalho por causa das chuvas. Em compensação existem os dias de sol. Continue lendo “Vazantes”

Padrões

Século XXI, plena era digital, recursos tecnológicos avançados, prontos a serem ultrapassados no próximo minuto. Pois numa residência situada a míseros metros da fronteira dos municípios de São Paulo e Cotia, a televisão não mostra imagens minimamente definidas sem a instalação de … Continue lendo “Padrões”