Fobias

A Eurocopa 2008 serviu para algumas conclusões. Lindo campeonato. Organizado, futebol bonito, ótima conclusão. Algumas tristes. Idéias separatistas sempre estiveram presentes na humanidade. Algumas com conseqüências já conhecidas historicamente. Na África, ainda hoje recebemos informações de tribos dominantes dizimando as menores, não sem boas doses de estupros, mutilações e… Continue lendo “Fobias”

Trinta de Junho

E já podemos dizer que o ano acabou. Agora, são planos de meio ano. Meios descontos. Meios anseios. Tantos pontos. E nenhum. Balanço do ano pra trás. Seis meses.Eu já dizia:feche os olhos e junho acabou. Aterrorizante?Espere chegar setembro. E já pode começar com os presentes de natal. Insanos dezembros. Me perco. Se é calendário, já olho a semana do ano.
Continue lendo “Trinta de Junho”

Parceria Iluminada

Leonardo estava caminhando tranquilamente até que surpreendido com o que ouvia parou um pouco, aquilo era totalmente surreal para ele, resolveu então se esconder e observar o que acontecia:
—Você não acha Razão, que aquele nosso amigo ali trabalha demais? E olha lá a enxerida da menina Ilusão de novo. É só nosso esplendoroso colega arregaçar as mangas que ela encontra uma maneira de… Continue lendo “Parceria Iluminada”

Antepasto ao luar

Ao Poeta recifense Manuel Bandeira que, desde 1947, com o poema O BICHO inaugurou a poesia-denúncia e expôs feridas sociais nas quais a maior vítima é o mesmo Animal que perambula nossos pátios, calçadas, pontes e ruas até os dias de hoje… (O BICHO – Estrela da Vida Inteira, papel bíblia, Ed. Nova Aguilar S.A.) Continue lendo “Antepasto ao luar”