Drops Paternos

Me corrija se estiver errado, mas tenho sentido você um tanto desiludido, mais cabisbaixo e indolente que o costume. Filho, não se deixe abater, você não tem motivos justificáveis para entregar a rapadura. Lembre-se daquele antiquíssimo ditado hindu, que o passar do tempo só reforça sua sabedoria e validade: “O espelho da vida é a sombra do infinito”. Continue lendo “Drops Paternos”

Cai cai balão

A quadrilha estava formada.
A professora escolhera os pares entre os alunos da classe, e ele (sortudo!, diziam os colegas) ficara com a mais bonita, a mais inteligente, a mais graciosa, a mais…
A mais tudo!
Não era à toa que se chama Maís-a.
Não era à toa também que… Continue lendo “Cai cai balão”