A Semana dos Quadrinhos 129

Hot site de Star Wars
115 anos da 1ª HQ européia
1.000.000 ítens em Detroit
200 páginas de Winsor McCay
O novo Lanterna Verde e mais…
Hot site de Star Wars
 
Em meio a uma quase incontrolável enxurrada de notícias e eventos sobre o filme Star Wars, Episódio 3, anotamos uma inteligente sacada da Dark Horse, editora responsável pelo título Star Wars em gibis e especiais, nos EUA. Aproveitando a moda mundial de Star wars, foi lançado um hotsite com animação do filme, 32 papéis de parede apresentação de 9 brinquedos baseados no filme, apresentados em 3D. A adaptação oficial do filme em quadrinhos foi lançada na quinta-feira, nos EUA, junto com uma edição da revista MAD, que satiriza o novo filme.
 
115 anos da 1ª HQ européia
 
Em 17 de maio de 1890, foi publicada pela primeira vez uma revista semanal com histórias desenhadas na Europa, por iniciativa de lorde Alfred Harmsworth, fundador de dois jornais que até hoje circulam na Grã-Bretanha: o Daily Mail e o Daily Mirror, e diretor proprietário de um dos melhores jornais conservadores da história do jornalismo mundial, o The Times. A Comic Cuts, ao preço quase simbólico de meio penny, logo encantou os ingleses e atingiu uma tiragem de 300.000 exemplares.
 
Alfred Harmsworth faz parte de uma época em que os donos de grandes jornais se guiavam pela sua concepção de mundo. Assim, Comic Cuts nasceu, na verdade, como fruto de uma cruzada do barão da imprensa contra os chamados "penny dreadfuls", literatura que, em sua opinião, incitava os jovens à violência. Para sorte dele e da Nona Arte, a Comic Cuts, e outra publicação lançada logo após – a Illustrated Chips – lhe trouxeram rios de dinheiro, incentivando outros jornais e homens de visão a criar mais quadrinhos.
 
No total, Comic Cuts teve nada menos que 3006 edições, uma cifra inimaginável em termos de Brasil. Assim, os ingleses chegaram 7 anos antes dos norte-americanos virem a conhecer os quadrinhos, pois a 1ª HQ americana, The Yellow Kid, seria lançada somente em 1897.
 
1.000.000 ítens em Detroit
 
A Motor City Comic Convention (ou Motor City Comic Con), em Detroit, nos dias 13, 14 e 15 colocou à mostra (e à venda) 1.000.000 gibis e outros ítens relacionados a quadrinhos, além de ter a presença de 200 quadrinhistas, com destaque para Steve Englehart e Mark Texeira.
 
200 páginas de Winsor McCay
 
A Checker Book Publishing Group, responsável atualmente por séries como Dick Tracy e Flash Gordon nos EUA, acaba de publicar o 5º volume de Winsor McCay: Early Works. Trata-se de um esforço editorial que dá às novas gerações a possibilidade de conhecer, para além da antológica criação de Little Nemo, toda a capacidade criadora de Winsor McCay, entre os anos de 1900 e 1934, época em que os quadrinhistas estavam criando um arte a partir do zero, e para a qual McCay foi fundamental. O livro, de 200 páginas em preto e branco, sai por 18 dólares.
 
O novo Lanterna Verde
 
A DC anuncia chegada de Green Lantern #1 para o dia 25 de junho, com roteiro de Geoff Johns e desenhos de Carlos Pacheco e Jesus Merino. Como atração extra, uma edição do gibi terá uma capa especial desenhada por Alex Ross. Em preparação à nova série, a DC está lançando Green Lantern Secret Files 2005, um gibi de 5 dólares com roteiros de Johns e artes de vários ilustradores.
 
Will Eisner na Time
 
Andrew Arnold, o ótimo colunista de quadrinhos da revista Time, resenhou The Plot: The Secret Story of the Protocols of the Elders of Zion (The Plot, a História Secreta dos Protocolos dos Sábios do Sião), de Will Eisner, a última obra de Eisner, que conta como uma mentira criada em 1905 pelo tzar Nicolau II foi usada como fator de perseguição aos judeus de todo mundo. A resenha destaca o crescente engajamaneto de Will Eisner em seus últimos anos de vida. Mas realça que tanto na arte como no roteiro, a preocupação didática acaba sendo um pouco excessiva. Andrew Arnold conclui dizendo que o grande mérito de Eisner nesta e em outras obras é exatamente mostrar o quanto a arte sequencial pode ir além do simples entretenimento. A obra, de 148 páginas, lançada pela W.W. Norton, tem preço de 20 dólares. A resenha acabou coincidindo com o lançamento, no Brasil, de 'Fagin, O Judeu', a penúltima obra de Eisner, pela Companhia das Letras.
 
Bolívia: 3º Encuentro Internacional de las Historietas
 
Na segunda, dia 16, La Paz sediou a abertura de um encontro realmente internacional de quadrinhos. Entre os desenhistas, o francês Loustal, dono de um luminosíssimo traço, o inclassificável argentino Carlos Nine e o mexicano Clemente. O roteirista Carlos Giménez representou muito bem a vanguarda espanhola. O Grupo Ergocomics acabou sendo a maior representação sul-americana, levando à capital boliviana a maior força coletiva do Chile. É uma pena que a própria imprensa boliviana tenha dado destaque ao evento somente quando da abertura do mesmo. As informações anteriores à instalação de um encontro tão importante foram quase nulas, o que contribuiu para que poucos sul-americanos ficassem sabendo a tempo do evento.
 
MoCCA Art Festival
 
O MoCCA (Museum of Comic and Cartoon Art), principal centro de difusão dos quadrinhos como arte em Nova York, realiza o MoCCA Art Festival, nos dias 11 e 12 de junho.
 
Uma nova lista de participantes do evento foi disponibilizada. Entre as presenças confirmadas, teremos artistas de variadíssimas tendências: Jessica Abel, Neal Adams, Kyle Baker, Dan Clowes, Sophie Crumb, Tania del Rio, Kaz, Denis Kitchen Frank Miller, Gary Panter e Jeff Smith.  Os ingressos para o vento custam 12 dólares, para os dois dias.
 
1º Tintin Festival
 
A municipalidade de Bruxelas e a Fundação Hergé realizam, de 20 a 23 de julho, o primeiro  'Tintin Festival', dentro das comemorações de 175 anos de independência da Bélgica. O festival, que inclui 12 atividades diferentes, se dirige às famílias e aos tintinófilos. Já em Genebra, a companhia Am Stram Gram le Théâtre realiza uma nova montagem teatral de 'Les Bijoux de la Castafiore', a história com contornos de opereta de Tintin e seus amigos, até o dia 27. Vírgula: com apoio do governo local, entre outros.
 
O 1º volume do 'melhor do Quarteto Fantástico'
 
A Marvel lançou 'The Best of the Fantastic Four 1', um volume de 360 páginas com capa dura que inclui uma reprodução do 1º gibi do Quarteto Fantástico e mais estórias com roteiros de
Stan Lee, Archie Goodwin, Roy Thomas, Mark Waid, Roberto Aguirre-Sacasa e desenhos de Jack Kirby, John Buscema, George Pérez, Stuart Immonen e Mike Wieringo. O novo volume obrigatório para apreciadores do quarteto está saindo por 27 dólares.
 
Por falar no canadense Stuart Immonen, os italianos foram brindados com uma entrevista realizada pelos colegas de Comics Code, em que Immonen comentou seus trabalhos correntes em  Ultimate X-Men, com Brian K. Vaughan e Sebastian X, o surfista da Les Humanoïdes Associés que vai sair nos EUA, em parceria com Michelangelo la Neve. Como dicas de 3 autores que não se deve deixar de conhecer, Immonen indicou Jaime Hernandez, Carl Barks e Katsuhiro Otomo.
 
Peanuts pela Planeta
 
A Planeta DeAgostini anunciou, entre os títulos de sua série Biblioteca Grandes del Cómic, um volume de 368 páginas de Charlie Brown e seus amigos. Os espanhóis terão direito a ler a obra com as criações de Charles M. Schultz por um preço condizente com o bolso europeu: 15 euros.
 
Motoqueiro e Quarteto no cinema
 
A Fox disponibilizou, por meio da Internet, o trailer final do 1º filme do Quarteto Fantástico, que terá atores de carne e osso, com destaque para Jessica Alba, sob a direção de Tim Story. A estréia nas telonas está marcada para 8 de julho. O filme do Motoqueiro Fantasma, por sua vez, ganhou seu site oficial, colocado 'no ar' pela Sony Pictures.
 
Grã-Bretanha: livros pelos 25 anos da Viz
 
A Viz, antológica revista inglesa lançada num pub de Newcastle ao preço de 20 pennies e que chegou a vender 1.000.000 exemplares, completou 25 anos de seu primeiro número em 2004. Para contar este jubileu, foram editados dois livros 'Rude Kids: The Unfeasible Story of Viz', de 288 páginas, escrito por Chris Donald  pela HarperCollins, e '25 Years of Viz', de autoria de William Cook. Números impressionantes, se pensarmos que se tratam de quadrinhos de forte teor iconoclasta. Atualmente, cada exemplar da Viz ainda vende 250.000 exemplares.
 
Valparaíso: 4 revistas, este mês
 
Valparaíso está virando a capital chilena dos quadrinhos: 4 revistas estão sendo lançadas, este mês, com apoio da local livraria Ivens. E, pelo que pudemos ler, todas com temática muito original.  
 
Um Bonvi infantil
 
Bonvi (pseudônimo de Franco Bonvicini) ficou mundialmente reconhecido por sua obra mais importante – a hilária série Sturmtruppen – que os brasileiros conheceram através da revista Eureka e os portugueses por álbuns da Dom Quixote. Agora, um escritor, Enrico Brizzi, resolveu criar uma forma nova de contar quadrinhos. Em 'Apriti Sesamo: la Vera Storia di Alì Babà e i Quaranta Ladroni' (Abre-te Sésamo: a Verdadeira Estória de Ali Babá e os Quarenta Ladrões) ele escreveu textos para as pranchas de Bonvi realizadas em 1994 (poucos meses antes da morte do quadrinhista), mas que – na prática – eram inéditas. Apriti Sesamo foi, na verdade, a única obra de Bonvi dedicada às crianças. O livro foi lançado no dia 12, no Salão do Livro de Turim.
 
Beja: o festival segue em fanzine
 
O I Festival Internacional de BD de Beja (de 9 a 28 de abril) colocou a cidade portuguesa em uma merecida evidência na Europa. Agora, Pedro Cleto, do Jornal de Notícias (do Porto), com seu habitual estilo, registra 'a referência a um trabalho continuado na área da BD'. O fanzine 'Venham +5', que é a continuidade de um trabalho de 10 anos do Toupeira, atelier de BD sediado na cidade. Uma lição a ter em conta, sem dúvida: melhor que um festival é um festival que tem referência ao longo do ano.
 
BD Jazz
 
Por falar em Diário de Notícias, o matutino 'tripeiro' começa a publicar 12 números da série BD Jazz, publicada originalmente pela editora francesa Nocturne. Cada número traz 2 CDs e uma HQ biográfica de 16 páginas com um episódio da vida do músico. Entre os músicos contemplados, temos Miles Davis, Stan Getz e Frank Sinatra. Na França, a série já chegou a 33 números.
 
BD Jornal 2
 
Já está nas ruas de Lisboa o segundo exemplar do BD Jornal, a revista com que J. Machado Dias procura dar espaço aos quadrinhos e à informação associada à formação de público.
 
Além da principal matéria, dedicada ao 6º Salão Lisboa de Banda Desenhada e Ilustração, as outras matérias de (in)formação deste número são sobre Hellblazer, Guido Buzelli (que terá uma mostra em Portugal em junho e julho), I Festival Internacional de BD de Beja, 25 anos de Disney em Portugal, e resenhas de João Miguel Lameira, Pedro Cleto e do próprio J. Machado Dias.
 
Olympus, de Geoff Johns e Kris Grimminger
 
Foi lançado, na quarta-feira, o primeiro número de Olympus, ainda fruto da parceria Les Humanoïdes Associés, com roteiros de Geoff Johns e Kris Grimminger e desenhos de Butch Guice, nos EUA, com 112 páginas. Trata-se de um pastiche em que se misturam figuras e ícones da mitologia como a Caixa de Pandora, o Minotauro, a Esfinge e até as Hárpias. Dificilmente, vai agradar o público que tem na Humanoïdes a sua referência, mas pode acabar tendo uma boa saída de vendagem.
 
Uma vitória do CBLDF
 
O Comic Book Legal Defense Fund, entidade que cuida de defender os quadrinhos de constantes ataques de censura e outros males afins, nos EUA, ganhou na justiça uma contenda contra uma proposta de contornos absurdos. Foi vetada uma lei aprovada na Carolina do Sul que queria proibir a veiculação online de que qualquer imagem, vídeo, ou outro tipo de arquivo digital sobre quadrinhos. Pode parecer, pelo enunciado, uma forma de defesa da criação intelectual. Mas, tal como foi publicada, a lei significava, na prática, a morte do conceito consagrado de direito de arena. A lei previa prisão de 5 anos e multa de 5.000 dólares a, por exemplo, um dono de uma loja virtual que publicasse online a capa de um gibi para divulgação. A base da lei vetada era, acreditem, uma forma de tentar evitar que quadrinhos pornográficos chegassem por meio da Internet às crianças. Ou seja, ao invés de coibir o errado, punam-se todos…
 
'Enciclopédia dos Prenomes' em quadrinhos
 
A Vents d'Ouest lançou uma simpática série, na França. A Encyclopédie des Prénoms en Bandes Dessinées procura aproximar a curiosidade geral pela origem e trajetória dos nomes próprios, numa coleção de 10 volumes, todos muito bem humorados. Os desenhos são de Gege e os roteiros de Belom, cuja principal obra é Sylvain et Sylvette (pela Lombard), série infanto juvenil que já tem 49 álbuns e que versa sobre a relação feliz de duas irmãs com os animais e com a ecologia.   
 
DVD de Conan no cinema?
 
AWN, a melhor referência sobre a arte e a indústria da animação nos EUA, informa que o DVD de Conan com aplicações de tecnologia 3D, já anunciado em nosso resumo semanal, tem fortes possibilidades de ganhar uma versão para o cinema, em 2006.
 
Kafka em quadrinhos
 
Raúl Ponce, excelente quadrinhista argentino que já cometeu belas 'ousadias' como por os dois maiores nomes do realismo mágico da literatura latino-americana – Miguel Angel Asturias e Gabriel García Márquez, além de Alejo Carpentier, lança agora uma quadrinhização de Franz Kafka. Trata-se de uma adaptação de América, focada no capítulo em que a cena ocorre no bordel de Brunelda. Um prato cheio para Ponce, pois é das passagens kafkianas onde a inconclusão, marca do genial escitor tcheco, chega ao paradigma. O álbum será lançado no dia 27.
 
Dick Tracy volta à TV
 
Depois da série ao vivo dos anos 1950 e da série de desenhos animados dos anos 60, a genial criação de Chester Gould deve voltar à TV, com apoio do próprio Tribune Media Services, um conglomerado empresarial do ramo de informações que detem os direitos sobre o personagem. A série deve chegar às telinhas dos EUA já no verão deste ano. Uma preocupação para os admiradores de Chester gould é que foi anunciado que haverá 'modernizações' do personagem…
 
Naoki Urasawa vence o Tezuka Cultural Awards
 
Naoki Urasawa, respeitado internacionalmente por 20th Century Boys, acaba de marcar mais um importante ponto em sua carreira. Ele foi o grande vencedor do 9º Tezuka Cultural Awards, no Japão, por seu mangá Pluto, baseado em uma história de Osamu Tezuka.
 
Sin City 2
 
O roteiro do filme Sin City 2 já está em desenvolvimento. Ao menos, foi o que informou o próprio Frank Miller, no Festival de Cannes, onde o filme foi recebido com certa frieza. A sequência manterá a atual dobradinha: o próprio Miller no roteiro e direção geral de Robert Rodriguez.
 
Osamu Tezuka pela Delcourt
 
A Delcourt, depois de lançar – com sucesso – o mangá Okko, publica uma obra que deve ter boa acolhida de público e já está sendo bem recebida pela crítica. Trata-se de Barbara, obra em 2 volumes, na qual Osamu Tezuka mergulha no mundo da cultura alternativa dos anos 70. Em 9 histórias diferentes, o mestre japonês do mangá, segundo quem já leu o primeiro volume, amplia com destreza os limites da pesquisa narrativa e gráfica. O mangá, de 224 páginas, segue a ordem japonesa e é impresso em preto e branco.
 
Wizard Mega Postermania 2005
 
A Wizard Mega Postermania 2005 chegou às gibiterias norte-americanas, com 48 posters de super-heróis e outros comics. Estão presentes Astonishing X-Men, de John Cassaday, Vingadores, de Jimmy Cheung, Ultimate X-Men, no traço de Andy Kubert, Soulfire, por Michael Turner, Ultimate Spider-Man, por Mark Bagley, O Demolidor, por Joe Quesada, She-Hulk por Greg Horn, Hellboy, por Mike Mignola, Wolverine, por J. G. Jones, Conan por Cary Nord, Homem-Aranha por Frank Cho, e outros. Artistas como Mike Mayhew, Greg Land, Joe Linsner (que está lançando um sketchbook), Steve McNiven, Alan Davis, David Mack e Sean Chen comparecem com outros trabalhos. Boa parte do material foi publicado anteriormente na Wizard. A revista tem preço de capa de 6 dólares.
 
O começo de Batman
 
17 de agosto marcará o início de uma nova série de 12 gibis do Homem-Morcego: 'Batman: Journey into Knight', que promete contar (ou recontar?) as origens de Batman. A DC escalou Andy Helfer para os roteiros e Tan Eng Huat (Doom Patrol e JLA) para os desenhos.
 
Um Batman desde Rosario
 
A revista Rumbos publicou uma matéria sobre como Eduardo Risso, uma dos mais autorais criadores argentinos e que vinha trabalhando há 10 anos para o público europeu, passou, de uma hora a outra a desenhar o Batman, em 2004. Categórico, Risso disse, desde Rosario, a cidade onde vive, que a despeito de todo o peso de trabalhar sobre um mito, os super-heróis nunca estiveram em sua lista de preferências. A passagem mais lembrada por Risso, na série 'Broken City' do Batman (que começou no número 620) com roteiros de Brian Azzarello foi a polêmica que americanos criaram por uma cena em que Bruce Wayne cozinhava um bife… A dupla Risso / Azzarello segue fazendo 100 Balas, pela Vertigo, que já rendeu 3 prêmios Eisner a Risso.
 
O próximo desenho animado de Astérix
 
'Astérix et les Vikings' será o oitavo longa-metragem baseado em Astérix. Trata-se da adaptação do maravilhoso álbum 'Astérix et les Normands' (Astérix entre os Normandos), que tem elementos ótimos tanto do ponto de vista da trama (como as diferenças culturais entre os vikinks e os gauleses), como de enquadramento: alguns dos melhores desenhos de Uderzo em toda a série estão neste álbum, especialmente, as cenas do medo do vôo de Pneumatix, o medroso filho de um gaulês roqueiro de Paris, a roda de rock que Pneumatix organiza em plena aldeia gaulesa e o quadro em que Epaf e outros vikings cercam Astérix desacordado. Esperemos que a equipe de produção saiba usar os atributos do álbum, mais do que suficiente para um belo filme, sem inventar muito….  
 
Niffle, um belo sonho de fã
 
Os colegas do portal francês ActuaBd deram esta semana uma oportunidade ímpar para se conhecer o editor Frédéric Niffle, titular das Editions Niffle, através de uma entrevista. Ele mesmo artista gráfico, Frédéric se lançou a 2 anos num projeto editorial extremamente ousado e importante: a reedição integral de alguns dos mais importantes personagens da bande dessinée, como Schtroumpfs, XIII, Spirou e Fantasio, Thorgal, Tenente Blueberry, Jeremiah, e Coronel Clifton, além de volumes de Jacques Tardi e Van Hamme. Sem dúvida, um sonho sobre o qual devemos ter muito boa vontade em acompanhar.  
 
Lions, Tigers and Bears chega ao Playstation
 
Lions, Tigers and Bears, de Mike Bullock, continua sendo a boa notícia de 2005, em quadrinhos para toda a família, nos EUA. A PSPcmx, empresa especializada em adequar quadrinhos para o mundo dos games, já disponibilizou o 1º episódio da série no novo suporte em seu site.
 
BD com o selo Daniel Maghen
 
A Galerie Daniel Maghen, uma galeria de artes de Paris que goza do respeito da classe artística francesa, lançou seu primeiro álbum de quadrinhos. Com uma qualidade mais que invejável. 300 desenhos de Laurent Vicomte foram reunidos nas 176 páginas do álbum Virages. A aposta da Daniel Maghen não poderia ser melhor. Assim como a galeria, Vicomte goza da estima de seus colegas, mas também é extremamente popular na França. A edição teve o cuidado de trazer contribuições de outros artistas da Nona Arte francesa, parceiros e amigos de Vicomte como Loisel, Dany, Juillard, Pellerin, Lepage, Rabaté, Ptiluc, Boiscommun, Giroud, Rodolphe e Plessix, que contirbuíram com largas doses de afetividade para o álbum que também marca 30 anos de carreira de Vicomte. Os cuidados editoriais procuraram aproximar o álbum ao máximo de um livro de reproduções de pinturas. O preço anunciado é 48 euros
 
Nosso achado da semana
 
A Strapazin, revista de quadrinhos independentes em língua alemã, está completando 31 anos, em 2005 e continua um marco absoluto dos quadrinhos que fazem pensar, seja na sua versão suíça, seja em sua versão alemã.
 
Para quem não fala nem uma palavra de alemão, há uma forma de ter uma aproximação agradável da revista: a Strapazin criou uma galeria virtual com capas que mostram a passagem de autores como Baru, Baudoin, Stéphane Blanquet, Boucq, Alberto Breccia, Charles Burns, Daniel Clowes, Debbie Drechsler, Gipi, Vittorio Giardino, Ulf K., Kazuichi Hanawa, Igort, Ben Katchor, Ralf König, Lorenzo Mattotti, Mawil, David Mazzucchelli, Menu, Tony Millionaire, Sampayo y Muñoz, Thomas Ott, Gary Panter, Joe Sacco, Joann Sfar, Art Spiegelman, Jacques Tardi, Tom Tirabosco, Lewis Trondheim, Marko Turunen, Pierre Wazem e Danijel Zezelj, com um primor de inovação tecnológica a serviço do interesse pelos quadrinhos que merece ser conhecida por todos. Confira: http://www.strapazin.ch/formular/gallery.html
 
BRASIL
 
Brasileiros na BD
 
2 álbuns de brasileiros, tiverem publicadas resenhas favoráveis de álbuns lançados em abril, esta semana, na França.
 
O site ActuSF, que combina – com muita inteligência noticiário sobre obras de ficção científica e de quadrinhos, publicou uma resenha de A l'Ombre des Coquillages, de José Roosevelt (que atualmente mora em Genebra), lançado pela 'Boîte à Bulles'. Segundo o ActuSF, o álbum solo de 192 páginas sobre a juventude de Juanalberto, o principal personagem de José Roosevelt, é 'soberbo'. A resenha conclui dizendo que já passou o tempo da França conhecer o talento de José Roosevelt, bom artista e excelente contador de histórias.
 
Já o Sceneario, portal especialista em novos quadrinhos autorais resenhou 'Vieille Amérique', que tem roteiro de Wander Antunes e desenhos do mexicano Tony Sandoval, e que foi publicado pela Paquet (sediada em Genebra). A obra, uma aventura puramente ficcional, que se passa em algum ponto da América Latina no século XVI, só tem um 'problema', segundo Sceneario. Eles querem que haja uma continuação, pois um volume só foi pouco…
 
Já na Alemanha, Leo viu publicado pela Epsilon o terceiro volume da série Kenya, que coloca o país africano no xadrez da Guerra Fria, em 1947. A série, originalmente publicada pela Dargaud, traz como parceiro de Leo nos roteiros Rodolphe, autor de 42 álbuns, inclusive, da série Comanche, repetindo a parceria estabelecida em 1991 na série Trent. Nos desenhos, Leo trabalha sozinho; e diga-se de passagem, magistralmente. Quem sabe, um dia, teremos a chance de ver Leo publicado no país que o viu nascer e pelo qual lutou tanto, em seus anos de juventude?
 
Brasileiros na The Broken Frontier
 
The Broken Frontier continua sendo um belo poço de surpresas para além do 'mais do mesmo'. Os brasileiros Jean Okada, Hector Lima, Irapuan Luiz e Abs Moraes conseguiram publicar 'Zombingo / (In)Version', nos EUA, num esquema bastante independente, em abril, trazendo uma versão de (In)versão, de Jean Okada e Abs Moraes, publicada originalmente no fanzine Orbital, além de Zombingo, HQ de suspense de Irapuan Luiz e Hector Lima, numa edição 'pobre' de 16 páginas, em preto e branco,a o preço de 2,15 dólares. Ou seja, 'tudo' o que não se esperava que fosse sair numa resenha de um site americano.
 
Pois The Broken Frontier teve (mais uma vez) estatura suficiente para conferir, no interesse de seus leitores a obra do quarteto brasileiro. E acabou publicando uma resenha mais que favorável do trabalho de cada um dos 4, na revista. Quem sabe, ajuda o Brasil a ter mais boa vontade com o nosso quadrinho autoral.
 
Portugueses entrevistam Mike Deodato
 
'O desenhista brasileiro Mike Deodato está em bom momento, em Portugal. Desenhos seus estão na nova revista do Homem-Aranha pelas Edições Devir, de lá. Para o segundo número da nova revista, Paulo Costa e Hugo Jesus realizaram uma entrevista para a própria Devir e para a Central Comics, em que ele falou do desafio se substituir John Romita e da alegria em trabalhar em parceria com J. Michael Strackzynski.
 
Mike Deodato Jr em Hulk de luxo
 
Um compilatório de Hulk com arte do brasileiro Mike Deodato Jr. já tem data marcada para ser lançado: em 23 de julho sai Incredible Hulk Vol 04, com subtítulo de Abominable. O volume compila A série do Hulk de números 50 a 54 com argumentos de Bruce Jones.
 
Ruy Jobim Neto, online
 
Ruy Jobim Neto, o gaúcho de Canoas que foi ser cartunista do mundo e quadrinhista a partir de São Paulo agora tem um flog em que os admiradores novos e antigos podem conhecer seu trabalho. Além das tiras de Jarbas, estão presentes seus livros da coleção 'Heróis do Brasil' Zumbi, O Padre Voador, Guararapes e Santos-Dumont, lançados este ano .
 
Os Incríveis, em bonecos da Grow
 
A Grow – uma das mais recomendáveis indústrias de brinquedos e jogos do Brasil – lançou uma série de bonecos do filme 'Os Incríveis', de Brad Byrd, para crianças a partir de 3 anos. Os 6 bonecos reproduzem os personagens do casal Sr. Incrível e Mulher Elástica, dos filhos, Violeta, Zezé e Flecha e do inimigo Síndrome. Pena que a genial costureira dos trajes de super-heróis, Edna Moda, tenha ficado de fora. Daria ótimas brincadeiras adicionais…
 
Mostra Mineira de Zines
 
Nos dias 8, 9 e 10 de junho, acontece, na casa de shows Matriz, em Belo Horizonte, a Mostra Mineira de Zines. O vento procura ressaltar a importância cultural dos fanzines e das revistas alternativas. A mostra também pretende ser um ponto de encontro e reflexão dos produtores e admiradores da cultura alternativa. Uma das grandes lições que podemos aprender desde já é que o encontro vai interagir com a produção local de curtas-metragens de cinema. Além de quadrinhos, haverá zines de poesia, humor, literatura e de protesto. A mostra inclui fanzines digitais. Ingressos diários a 5 reais.
 
Wilson Vieira invade o mundo de Dylan Dog
 
O quadrinhista brasileiro Wilson Vieira, autor do ótimo 'Cangaceiros. Homens de Couro' cavou um espaço inusitado e interessante. Agora, é um desenho seu que ilustra o portal dos DylanDogofili, um dos sites mais importantes entre os que reúnem admiradores da criação da casa Bonelli.
 
Fábio Moon e Gabriel Bá estréiam em Portugal
 
A Devir de Portugal está com alguns lançamentos de quadrinhistas brasileiros. De Lourenço Mutarelli, está sendo publicado 'Soma de Tudo 2', encerrando a trilogia do Enigmo. A dupla e irmãos Fábio Moon e Gabriel Bá estréiam para o público de Portugal com '10 Pãezinhos: Crítica'. Fechando a fila, Angeli tem publicado 'Psicologia e Colesterol' da dupla de hippies envelhecidos Wood & Stock.
 
Wanted, pela Mythos
 
Anunciada em abril, Wanted, série de Mark Miller, com arte de J. G. Jones, chegou a algumas bancas, livrarias e gibiterias do Brasil pelo selo da Mythos, em gibis de 52 páginas ao preço de R$ 7,50. Em tempo: o 1º compilatório de Wanted nos EUA – pela Top Cow – foi lançado também neste mês de maio. Em capa dura e com 192 páginas, reúne os 6 primeiros números, ao preço anunciado de 30 dólares.
 
Kurt Busiek e Carlos Pacheco, em lançamento da Devir brasileira
 
Do lado de cá do Atlântico, a Devir lançou 'Arrowsmith: a Guerra da Magia', de Kurt Busiek com desenhos de Carlos Pacheco, uma aposta com um tratamento de primeira: 164 páginas em cores, em papel couché, reunindo a série lançada em gibis nos EUA pelo selo WildStorm, em 2003.  Trata-se de uma história que se passa na Europa, em 1915, na qual uma guerra de magos, dragões e vampiros tem a Primeira Guerra Mundial como pano de fundo. Apesar dessa apresentação, não é uma HQ de poucas qualidades. Resenhas de sites confiáveis dos EUA como iComics e The 4Th Rail, além do espanhol Tebeosfera, recomendam a leitura, principalmente pois Carlos Pacheco está nela em grande forma, pela identificação com a trama. O preço (justo) é que pode ser um empecilho para o momento atual do Brasil: 50 reais.
 
Sergio Morettini, online
 
Mico Legal e os cartuns de Sergio Morettini, enfim, têm seu espaço próprio na Internet. Trata-se de Humorettini, um blog oficial que traz desde sua produção artística até  que ele chama, com honestidade, de quadrinhos não-autorais, como seu trabalho para o gibi de 'Chaves' (isso, isso, o da série de TV), Senninha e Xuxa e capas de edições brasileiras de Fantasma e do Recruta Zero.
 
Revista brasileira com 35.000 exemplares
 
Fabrício Velasco nos trouxe a informação de que Ronin Soul, uma nova série bimestral de quadrinhos, com personagens e histórias originais totalmente produzidas por brasileiros, chegará às bancas em junho, com o selo da Nomad e distribuição nacional pela DINAP. A tiragem inicial anunciada é 35.000 exemplares.
 
2º Campeonato Brasileiro de Yu-Gi-Oh!
 
Os 100 melhores jogadores brasileiros do card game de Yu-Gi-Oh! se encontram em São Paulo, nos dias 21 e 22 de maio, para disputar o título do 2º Campeonato Nacional de Yu-Gi-Oh!.
Eles foram selecionados em torneios regionais realizados por todo o país. O vencedor oito participará do Sul-Americano, no Chile, no dia 4 de junho. O campeonato é promovido pela empresa que distribui os card games.
 
Um brasileiro na nova 1602
 
'Marvel 1602: New World' é uma tentativa da Marvel de dar continuidade a 1602, de Neil Gaiman. A minissérie terá roteiros de Greg Pak (Warlock e Phoenix: Endsong) e desenhos do brasileiro Greg Tocchini e será lançada em agosto.
 
Ilustra Brasil 2
 
De 7 de junho a 2 de julho, a S.I.B. (Sociedade dos Ilustradores do Brasil) realiza o Ilustra Brasil 2, num dos endereços mais amigos dos quadrinhos em São Paulo: o SENAC Lapa. Além de uma exposição, já estão anunciadas 4 noites de debates dento do evento. Esperamos que até lá o portal da S.I.B. consiga trazer mais detalhes sobre o evento. E, particularmente, que estes dados não estejam tão mal dispostos como são – geralmente- as informações do site, o que dificulta o trabalho da imprensa.
 
Gibi brasileiro do Fantasma
 
O Fantasma News está realizando uma enquete online para auxiliar com parâmetros para que eventuais editores tenham dados sobre as preferências dos leitores.
 
Novo Freak Brothers no Brasil
 
A Conrad está trazendo mais uma chance de conhecer os eternos hippies de Gilbert Shelton. O novo volume se chama 'Freak Brothers: a Viagem Continua', tem 156 páginas e custa R$ 28.
 
André Diniz e Antônio Eder, pela Conrad
 
A boa surpresa da Conrad em quadrinhos autorias nacionais é a publicação de 'Chalaça, o Amigo do Imperador', de André Diniz e Antônio Eder, a dupla responsável pela editora e site Nona Arte. Trata-se de uma história ficcional sobre o  melhor amigo de Dom Pedro I.
 
Edição Quadrinhos #01
 
Em Porto Alegre, Arthur Filho lançou a Edição Quadrinhos #01, um fanzine com apresentação de revista. Na capa do primeiro número, a chamada para uma história do mestre Júlio Shimamoto. Ainda no exemplar, histórias do próprio Arthur, Joacy Jamys e Edgard Guimarães. A revista, de 36 páginas, custa R$ 5.
 
Exposição de Belmonte, em São Paulo
 
A Biblioteca Bendito Bastos Barreto está expondo – durante o mês de maio – cartuns, tiras, charges e caricaturas do genial artista que dá nome à própria biblioteca, mas que o mundo do traço conhece por Belmonte (1896-1947), o genial criador de Juca Pato e ilustrador de Monteiro Lobato, além de ser um de nossos mais originais cartunistas.
 
1º Encontro do Fã-Clube Batbase
 
O encontro, que acontece em Guarulhos (SP), no início de julho, terá concurso de fantasias para crianças e adultos, além de concurso de desenhos sobre o Batman. A Panini vai publicar no Batman de junho, os detalhes do evento.
 
Singularplural na Quadreca
 
Alguns trabalhos de integrantes do coletivo Singularplural Quadrinhos estarão integrando a revista Quadreca, um dos marcos do quadrinho experimental brasileiro, publicada pela USP (Universidade de São Paulo).
 
VI Fanzine Expo
 
Como já escrevemos, A Yamato realiza, em julho, dentro do  Anime Friends, o VI Fanzine Expo.  As novidades sobre o evento é que os fanzineiros que se fizerem presentes farão jus à inclusão de seus zines em um catálogo além do já tradicional poster de divulgação.
 
4 novos livros do Ziraldo
 
Aproveitando a Bienal do Rio, Ziraldo lançou 4 livros de uma só vez, pela Melhoramentos: 3 livros que ele ilustra dos autores infantis Pedro Bandeira, Ana Maria Machado e Ruth Rocha, além de 'Mãe não Muda nunca' um livro em que ele e seu amigo e parceiro brincam com ilustrações do século XIX sobre frases e ditados que as mães têm o costume de dizer para seus filhos.
 
15 anos de um fanzine gaúcho
 
O Tchê #31 número 31 marca os 15 anos do fanzine produzido por Denilson Reis, em Alvorada (RS). Nestes 15 anos, o zine abriu espaços para gente como Gervásio Santana, Daniel HDR, Joacy Jamys, Edgar Franco, Edgar Guimarães, Paulo Abade, Gazy Andraus e Jerônimo Souza e   para o próprio Denilson, que é roteirista. Se pensarmos em quantos títulos não resistiram – nestes 15 anos – o valor da persistência do Denilson fica claro por si só
 
QUADRINHOS, EDUCAÇÃO & CIDADANIA

Com vocês, a gibiteca da UCDB
 
A Universidade Católica Dom Bosco, sediada em Campo Grande (MS) é um exemplo de instituição de ensino superior missionária, que merece ser conhecida e incentivada por um número maior de brasileiros. Esta semana, a própria UCDB publicou uma nota sobre a Gibiteca da UCDB, que nos permitiu conhecer mais esta bela página da história da universidade. A gibiteca tem estrutura para atender uma média de 600 crianças por dia, e desenvolve atividades que incentivem a prática da leitura, trabalhando os aspectos pedagógicos e psicológicos. A gibiteca também oferece aulas de canto todas as quartas-feiras.  A UCDB ainda apóia a Gibiteca Pública de Campo Grande, que tem a preocupação de oferecer lanches e orientação escolar a seus visitantes.  
 
Em tempo: a professora Ângela Catônio, uma das responsáveis pela iniciativa, apresentou a gibiteca no III Seminário Internacional Latino-Americano de Democratização da Comunicação, realizado este mês, em São Paulo.
 
A Lista Bonelli HQ distribui quadrinhos de graça
 
A lista de discussão Bonelli HQ, particularmente pela pessoa de José Ricardo do Socorro Lima – conseguiu que a Mythos doasse lotes de 258 gibis de personagens da linha Bonelli para ser
distribuídos gratuita em escolas públicas. A primeira unidade de ensino contemplada foi o Colégio Nossa Senhora da Penha, em Duque de Caxias, Baixada Fluminense. O segundo município a realizar a atividade será São Vicente (SP), a cargo de Marko Ajdarić.
 
A invasão como cultura
 
De 4 de julho a 4 de setembro, a cidade de Cosenza, realiza seu 8º Festival delle Invasioni, cuja principal atração é uma mostra de originais intitulada 'Milo Manara tra presente e Futuro', em que – com certeza – a história em quadrinhos do supercampeão de motociclismo Valentino Rossi realizada por Manara será a vedete principal. O aparentemente estranho nome do festival é uma prova de maturidade intelectual da cidade: faz referência ao fato de que Cosenza foi invadida cerca de 100 vezes, o que, a despeito da dor e das mortes provocadas, acabou criando caldos de cultura únicos na cidade calabresa, que agora, procura tratar os frutos destes intercursos.
 
10.000 cartilhas ambientais em quadrinhos
 
O deputado federal gaúcho Beto Albuquerque, um dos pouquíssimos parlamentares a implementar ações fora do que normalmente é o 'raio de ação' de cada deputado, propôs a distribuição de 10.000 cartilhas ambientais aos alunos das séries iniciais das escolas de Porto Alegre. O material, editado pela CHESF (Companhia Hidro Elétrica do São Francisco), traz ensinamentos sobre a importância do uso racional de energia elétrica e dos recursos hídricos em duas histórias em quadrinhos, na coleção Educação para Cidadania. Um belo exemplo, que -infelizmente – tem poucos candidatos para dar continuidade no atual elenco de políticos com mandato em Brasília.
 
Quadrinhos católicos sobre João Paulo II
 
Desde 1979, o papado de João Paulo II foi registrado em tiras de quadrinhos de inspiração católica. Agora, estas tiras estão expostas em Roma, numa mostra com curadoria de Giulio Cesare Cuccolini, ele próprio, respeitado pesquisador de quadrinhos: jurado do Roma Cartoon em 2003 e principal autor, entre outros, do Almanacco del Mistero 2005, editado pela Bonelli. O dia-a-dia do papado de João Paulo II em strisce já teve uma compilação publicada em livro, no ano de 2.000. A mostra tem sido noticiada com particular alegria por veículos da própria igreja.
 
EUA: 'Ler É Fundamental'
 
A National Cartoonists Society, associação que reúne quadrinhistas e cartunistas americanos, realizou, entre 15 e 21, a atividade intitulada 'Reading Is Fundamental Week'. Uma idéia altamente 'copiável', que consistiu da inserção, nas tiras diárias dos jornais, de mensagens com o tema 'Ler É Fundamental'. Entre os autores mais conhecidos fora dos EUA, integraram a iniciativa Bob Thaves (Frank & Ernest), Russell Myers (Broom-Hilda), Bill Rechin & Don Wilder (Crock) e Mell Lazarus (Momma), além da dupla Jerry Scott / Jim Borgman e seu Zits, que continua sendo um privilégio dos portugueses.  
 
Fabio Sironi, em prol de crianças africanas
 
O quadrinhista italiano Fabio Sironi, ligado a instituições como a mais que louvável Nigrizia, está organizando um evento para o dia 28, em Milão. Além de uma sessão musical, será apresentado 'Quaderno Africano', com 3 trabalhos de Sironi, editado pela Frassinelli.
 
O intuito da obra, que serve como uma agenda para o ano de 2006, é arrecadar fundos para crianças sem-teto da África.
 
HQs em Braille de Maurício de Sousa
 
A personagem cega Dorinha, criada por Mauricio de Sousa em agosto de 2004 para apoiar a Fundação Dorina Nowil, teve o lançamento de dois livros durante a Bienal do Livro do Rio de Janeiro. Cada um dos livros tem 20 páginas. Ambos foram desenvolvidos com o auxílio de uma equipe de consultores que são portadores de deficiências visuais. Mônica e Cebolinha comparecem nestes volumes.
 
Vale sempre registrar que é bom ver o exemplo de uma pessoa que se encontra no topo da carreira, e ainda procura tempo e meios para iniciativas deste tipo.
 
'Como e Por Que Ler a Literatura Infantil Brasileira'
 
A pesquisadora Regina Zilberman brindou a inteligência nacional com mais um livro. Em 'Como e Por Que Ler a Literatura Infantil Brasileira', obra que analisa cem anos de produção de livros para crianças no Brasil, um dos assuntos é a ilustração nacional. O livro foi objeto de uma sessão de autógrafos na UESPI (Universidade Estadual do Piauí), no dia 25 de abril. Regina Zilberman já lançou 20 livros, e atualmente leciona na PUC RS.

Semana dos Quadrinhos é um resumo semanal do Neorama dos Quadrinhos que procura, mais do que apontar os sucessos de editores e autores,  mostrar os caminhos pelos quais a Arte Sequencial se encontra consigo mesma, com a sociedade e com os leitores. A reprododução é livre, desde que citada a fonte: Neorama dos Quadrinhos www.neorama.com.br

Este resumo traz, com texto final de Marko Ajdarić, um apanhado do que foi publicado nas edições de 16 a 20 de maio de 2005.