Os (meus,os seus, os nossos) saberes e o dia de amanhã

“Amor, dedicação, aprender e doar, o outro olhar, cura coração”. (Pedro Armando Furtado Volkmann) E eu na contra-mão procuro uma indicação do rumo certo a tomar. Solução…?! Decisão solitária de um coração abalado por peripécias sofridas das vicissitudes da vida. Nasce em mim o sentimento de que não existe pior tormento… “Amor, dedicação, aprender e doar, o outro olhar, cura coração”.

(Pedro Armando Furtado Volkmann)

E eu na contra-mão procuro uma indicação do rumo certo a tomar. Solução…?! Decisão solitária de um coração abalado por peripécias sofridas das vicissitudes da vida
Nasce em mim o sentimento de que não existe pior tormento do que aquele de manter-se indeciso e entre o sul e o norte, passeia a minha sorte, enquanto espero amargurado, que o céu, por mim, faça o trabalho.
Seria um alívio a remissão total de um coração maltratado, escolher um caminho e por ele seguir sossegado, eu, cavaleiro andante, errante, ferido em minha dor, aprendiz do amor, peço, com a alma em oração, o poder de doar, a outro, o olhar que cura coração.