A Cartilha do Simplicíssimo – lição VIII

Lição número 8

lápis pis

Fui à feira com o meu filho.
Meu filho viu um pássaro na feira.
Na feira vimos um espelho.
Vimos também muitos lápis.

espelho es

Tito viu um pássaro no mato.
O filho não viu êsse pássaro.
Êle não foi ao mato.
Estava na feira com Ida.

pássaro aro

es as us is os
are ara aru ari aro

Antônio viu a escada encostada na parede.
Êle subiu pela escada e foi ao telhado.
Viu uma arara comendo milho no telhado.

As batatas estão na venda.
As bananas estão na feira.

Os pássaros estão no mato.
Os urubus estão no telhado.

Os filhos estão na sala.
Os pais também estão na sala.

Os dentes estão na bôca.
Os dedos estão na mão.

O espelho está na sala.
Os lápis estão na pasta.

A escada está encostada na parede.
As telhas estão no telhado.

prato pra
tronco tron

O leite estava no prato.
O gato viu o leite.
O gato bebeu o leite do prato.
O prato ficou limpo.

gato ga Ga

Meu primo ouviu o trovão.
Viu as nuvens.
Trabalhou mais apressado.
Êle é muito prudente.

pron pre pra prin pro pru
tron tre tra rin tro tru
– – ga – go gu

O tronco é de pinho.
Êste tronco não tem galho.
Êste tronco não tem fôlha.
Êste tronco dá tábua e lenha.

Laura está preparando a galinha.
Laura trabalha apressada.
O povo está esperando a sopa.

Meu primo tocava gaita.
Êle ganhou um prêmio.
Êste foi o primeiro prêmio da sua vida.

pinho nho

nho nha nhi nhe nhu

A Cartilha do Simplicíssimo – lição VII

Lição número 7

O menino vive com o seu tio.
O menino pediu um pinto.
Pediu um pinto com pena miúda.
O tio atendeu ao menino.

O menino ficou contente com o pinto de pena miúda.
Êle saiu dali e foi pela ponte de pau.

O pinto piava: piu… piu… piu…
O pinto pulou da ponte.
Pulou numa vala.
Ali continuava piando: piu… piu… piu…

O pinto saiu da vala e ainda piava: piu… piu… piu…

anã nã

sabão bão

Ada lavou o bebê ontem.
Lavou o bebê com sabonete.
Não lavou o bebê com sabão.

bebê be Be

A anã comeu uma banana.
O bebê comeu banana também.

ã nã
ão bão não

u o i a e
bu bo bi ba be

Tito foi ao campo.
Êle foi com um saco e com a faca.
Levou um saco de batata.
Levou uma penca de banana.
Levou um mamão.

Ida foi à vila.
Na vila se vende pão.
Na vila se vende bombom.
Ida levou pão à família.
Ida levou um bombom à Ada.
Ada comeu o bombom.
A família comeu o pão.

bebê sabonete bico boca batata

mão sabão não mamão pão

O filho de Tito vê a abelha.
Êle tem mêdo da abelha.
Tem mêdo da picada da abelha.
Êle não teme coelho.
Todo dia êle dá couve ao coelho.
Êle toma conta do coelho.

Tito passeou pelo mato.
Viu um pássaro voando.
Ouviu o canto do pássaro.
Êle contou à família:
– Eu vi um lindo pássaro no mato.

pássaro assa

coelho lho

lhe lha lhi lho
asse assa assi asso

A Cartilha do Simplicíssimo – lição VI

Lição número 6

empada em

Paulo deu a empada à Nida.
A empada tem pimenta?
Sim, a empada tem muita pimenta.

um pinto um pato um sapo

Nida viu o pudim.
O pudim é de leite.

Além do monte vê-se a nuvem.
Vê-se a linda nuvem.
O vento vai levando a nuvem.
E a lua vem vindo… vem vindo…

pudim dim

en on in un
em om im um

Eu vim da vila.
Ouvi o som do sino.
Dom… dem… dim…
Otávio ouviu o som do sino.
O som do sino é suave.

Um sapo pulou na vala.
Tadeu tem mêdo do sapo.
Tadeu tem mêdo de tudo.

Vovô tem saudade do seu tempo.
Vovô nadava sem mêdo.
Vovô pulava da ponte.
Êle tem saudade de seu tempo de menino.

O sino soa Dem… Dom… Dim…
em om im
tem tom tim
sem som sim

Tito tem uma faca.
Tito tem um côco.
Tito tem uma cama.

cama ca

Tito foi à mata.
Êle foi com sua faca.
Tito levou um côco à Ida.
Ida deu pudim de côco ao Tito.

faca fa Fa

Tito ficou cansado.
Êle viu a cama na sala.
Deitou-se na cama.

côco co Co

fa fe fi fo
ca co

A anta anda no campo.
Tito vê a anta andando no capim.
Tito vê a anta comendo.
Tito vê a anta comendo capim.
Tito mata a anta.

Tito tem um saco de côco.
O saco fica na sala.
Fica no canto da sala.

Paulo levou uma fita à Nida.
Êle levou a fita no fundo da mala.

anta cama côco fica
canta lama saco fita

A Cartilha do Simplicíssimo – lição V

Lição número 5

sino si Si

Tito é o pai da Ada.
Vovô é o pai do Tito.

O pai vê o sino.
O sino é da igreja.
O sino soa ao meio-dia.

pai pa Pa

O novêlo é nôvo.
O novêlo é da Ada.
O pai de Ada levou o novêlo.
Ada viu o novêlo na mala.

novêlo no No

pu pi pe po pa
su si se so sa
nu ni ne no na

O sino da vila soa ao meio-dia.
O povo da vila ouve o sino.
Davi ouve o sino.
Davi mudou-se da vila.
Êle vive no sítio.
De lá se ouve o sino.

A igreja é do povo.
É do povo da vila.
O povo vai à igreja.

Tito matou o pato.
Êle levou o pato à Ida.
Ida deu sopa de pato ao Tito.

pai nôvo sino pato nôvo sopa
vai povo sítio povo novelo soa

ponte pon

O menino vai pela ponte.
Na ponte êle vê o sapo.
Vê o sapo na ponte de pau.

pinto pin

O pinto saiu do ôvo.
O pinto piava: piu… piu… piu…
A pena do pinto é miúda.

pente pen

Êle pediu o pente do pai.
O pente é nôvo e lindo.

en in on
pen pin pon

O dente do Otávio doía.
Otávio sentia-se tonto.
– Ai! Ai! O meu dente!
O pai viu o menino e teve pena dêle.

Tio Paulo ia ao monte.
Todo dia êle ia ao monte.
Tio Paulo ia ao monte pela ponte.

O pai de Lina se sentia doente.
Êle se sentia tonto.
Lina levou leite ao pai.
O doente tomou o leite.
Ainda se sente doente.

en- on- in-
pente ponte pinto
dente monte ainda
sente tonto linda
doente

A Cartilha do Simplicíssimo – lição IV

Lição número 4

Tito viu o tatu.
Tito matou o tatu.
Êle levou o tatu à Ida.
Ida viu o tatu.
Ida viu o dedo dêle.
Ida viu o ôlho dêle.
O tatu dá mêdo à Ida? Duvido.

Ida viu a lima do Tito.
Ida levou a lima?
Ida levou a lima ao Tito.

Vovô mudou.
Êle levou a mala?
Tito levou a mala do vovô.

e ou a
mêdo matou tatu
êle levou muda
dêle mudou mala

O tatu me dá mêdo.
Meu avô mata o tatu.

eu deu meu

Ida viu a lua.
Tito viu a lua.
Êle viu a ave?
Viu.
Êle viu tudo.

tatu lua tudo

O tolo viu a lua.
Êle viu a lua de dia,
e teve mêdo.
Tudo dá medo ao tolo.

eu vi êle viu eu vou êle vai

A Cartilha do Simplicíssimo – lição III

Lição número 3

O avô viu o ôvo da ave.
O avô viu a ave.
O ôvo voava?
Duvido.
A ave voava.

Ada ia ao edifício.
O avô ia ao edifício.

O avô dava a ave à Ada.
O avô dava o ôvo à Ada.

ia oa ai iu ou eu
dia voa vai viu vou deu

lima mala tatu
li ma ta
Li Ma Ta

A lima é do vovô.
A mala é do vovô.
Tudo é do vovô.
O tatu é do vovô?
Duvido.
O tatu é do mato.

a i o u e
ta ti to tu te
ma mi mo mu me
la li lo lu le

A Cartilha do Simplicíssimo – lição II

Lição número 2

ave edifício ôlho
va ve vo
da de do

Ada vê a ave.
Ada dá o dedo à ave.
A ave voa.

Ada dava o dedo à ave.
A ave voava.

O avô vê o ôvo da ave.

dava ôvo avô Ada
voava voa

Vovô vê o urubu.
O urubu voa.
Vovô vê o ôvo do urubu.

Vovô vê a igreja.
Vovô vai à igreja.
Vovô vai de dia.

Ada dá o dedo ao urubu?
Duvido.
Ada dá o dedo à ave.

i u
igreja duvido duvido
i vi du
I di vu