Simplicíssimo

A BÍBLIA DEMON’S [TRADA] -Versão do Diretor

A HISTÓRIA DE ZÉ DO EGITO

 
 
Zé era o queridinho do seu papai. O preferido dos descendentes do povo de Javé. Seu pai o paparicava até não mais poder. Era o xodó da mamãe que lhe fazia todas as vontades, porém, seus irmãos se mordiam de ciúmes por ele ser o predileto. Zé tinha mania de contar seus sonhos. O problema é que nos seus sonhos sempre ele se dava bem e seus irmãos se davam mal. Um dia ele contou:
 
 
 
1.     Maninhos adivinhem o que eu sonhei hoje!
2.     Ah dá um tempo seu mariquinhas!
3.     Não, ouçam. Eu sonhei que todos nós estávamos cortando feixes no campo e de repente o meu feixe ficou de pé e de vocês se prostraram diante dele!
4.     Ah, vai à merda, acha que quer dizer o que com isso?
5.     Hora certamente que eu sou muito melhor e mais importante que vocês, não lhes parece obvio?
6.     Vê se não enche nosso saco!
7.     Mas de tarde, depois do meu lanchinho, quando tiro aquela minha soneca que a mamãe faz questão que eu tire pra que a minha saúde não se prejudicada, eu sonhei também que o sol, a lua e várias estrelas, que eram exatamente o numero de vocês, meus maninhos, se ajoelhavam diante de mim.
8.     E por acaso sol, estrelas e lua têm pernas pra ajoelhar?
9.     Se elas têm ou não eu não sei, mas foi o que eu sonhei.
10.           No mínimo ta querendo dizer que você é melhor que nos todos e, ainda por cima, que é melhor que o nosso pai, e que a nossa mãe também não é?
11.           Deixo pra você a interpretação, eh eh.
 
 
Aconteceu, pois que um dia os seus irmãos estavam demorando a voltar e seu pai pediu ao Zé que fosse procurá-los. 
 
 
1.     Mas papai, que chato, eu ia nadar agora no Oásis.
2.     Faiz esta ‘favorzinha bra bapaizinha, minha filhinha bredileta’, faiz.
3.     Hummm, ta bom, mas se estiver demorando muito encontrá-los eu não quero saber, vou voltar, pois tenho medo de andar no escuro.
4.     Está bom, assim ta bom ‘minha filhinha’, muito ‘obrigadinha’.
 
Quando Zé estava se aproximando do lugar que seus irmãos estavam, eles o avistaram e um deles disse:
 
1.     Lá vem aquela bichinha sonhadora!
2.     É mesmo, porque não aproveitamos e matamo-lo?
3.     Mas aí o que vamos dizer para o pai e pra mãe?
4.     É mesmo.
5.     Mas nós podíamos agarrar ele, arrancar suas roupas e jogá-lo neste poço, só pra dar uma lição nele. Depois é a palavra dele contra a nossa, e se ele contar a gente ameaça dar uma sova nele, do jeito que é medroso, vai se cagar todo.
6.     Eh, eh, eh! Isso mesmo.
 
Então, assim que o Zé se aproximou seus irmãos o atacaram, e rasgaram sua túnica deixando o pelado!
 
1.     Ai, ai, seus brutos, o que querem de mim, Eu sou virgem, sejam carinhosos!
2.     O que você ta falando seu viadinho, ninguém aqui quer te catar não, nosso negócio é mulher!
3.     Humm, seus machistas preconceituosos e de mentes limitadas.
4.     Ora cala essa boca, e vê se gosta de passar uns dias aí, olha! E dizendo isso o atiraram no poço.
 
Nisso vinha vindo uma caravana de povos de outras terras e um dos irmãos disse:
 
1.     Hei manos, tive uma idéia!
2.     Que idéia?
3.     Temos a chance de nos dar bem, ganhar uma grana e ainda não ter de agüentar este marica de novo e sem ter que sujar nossas mãos no sangue dele.
4.     Como? [perguntaram todos juntos].
5.     A gente o vende como escravo pra estes estrangeiros aí e depois ensopamos as roupas dele de sangue de bode, e dizemos pro pai e pra mãe que um animal selvagem o devorou inteirinho.
6.     Boa!
7.     Mas isso não é pecado? [perguntou um dos irmãos que não falara].
8.     Ora, não esquenta não mano, que ainda não recebemos os dez mandamentos.
9.     Ah, então ta.  
    
Então, assim procederam. Venderam o irmão aos estrangeiros e ensoparam suas roupas no sangue de um bode para que seus pais pensassem que o seu filho predileto havia sido devorado por alguma fera. Como podemos observar durante todos estes acontecimentos, o povo escolhido de Deus, só fez, enganar, roubar, matar, vender como escravo, negociar mulheres, mentir… Mentir… Mentir.

Mephistopheles Pionus Maximilliani

Comente!

Deixe uma resposta

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!