Simplicíssimo

De todas que me deixaram

Revirando arquivos antigos, achei isso. Nem lembrava de ter escrito. De quem é mesmo o poema original?

 

De todas que me deixaram
de todas que me abandonaram
já não me lembro nem sei
São umas antas as que me largaram
Foram tantas as que larguei
Mas tu, que me trata como um traste
tu que jamais me perdoaste
tu que jamais esquecerei
só tu nesta cama deitaste
de todas as que cantei!

Rodrigo D.

Últimos posts

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!