Simplicíssimo

Chumbão – no Dia das Mães

    Naquela tarde, o calor abafado dos gaúchos fazia com que cada passo fosse um esforço extremo. Parecia que a força da gravidade estava o dobro. Somava-se a isso as inúmeras pessoas que deixaram o compromisso do Dia das Mães para a última hora. Se o Diabo estivesse na fila ia querer voltar para os seus domínios…

    Em meio aos comentários: "É o veranico de maio…", o Chumbão continuava sua busca por um presente que fizesse a diferença para uma pessoa especial. Andou, virou e mexeu. Resolveu fazer um vale numa loja de tintas para que seus pais pintassem a casa. Seria uma maneira original e que faria todos felizes.

    Naquela manhã de domingo, saiu só para "Visitar a mamãe!?", como dizia sua esposa. Seus dois irmãos já estavam lá e aguardavam na varanda da casa tomando um chimarrão. A criançada corria no jardim. Perceberam que a mulher dele não havia vindo. "Um problema a menos", pensaram.

    Depois dos cumprimentos, foram logo perguntando.

    – E aí, trouxe algo elétrico, químico ou pior ainda? Ainda lembra do ano passado, né?
    – Bah, se lembro. Presente eletro-eletrônico nunca mais. Aquele ferro auto-vapor foi o último desse gênero. Como eu ia saber que tinha vazamento interno?
    – Ah!, pára com isso. Só se tu comprasse pela internet sem botar a mão na coisa…ehehehe! Mas fala o que foi que tu compraste desta vez.
    – Dessa vez fiz um vale numa loja de tintas para os velhos pintarem a casa. Tá precisando. E comprei um cartãozinho, escrevi uma dedicatória…
    – Dá aqui que vou levar pra vó. Falou um dos sobrinhos.

    Enquanto o recém chegado tomava um chimarrão, ouve-se lá da cozinha da casa um grito. AAAAaaaahhhhh! Corre-corre até a cozinha e chegam a tempo de ver a mãe estarracada no chão após sofrer um choque elétrico. Olham todos boquiabertos e percebem que ela está com o cartão do Chumbão, fechado, numa mão e na outra o plugue chamuscado do liquidificador que estourou ao entrar na tomada.

    – E eu que pensei que ela não ia conseguir adivinhar de quem era o cartão… Comentou, por fim, o irmão, pai do menino que levara o cartão-presente.

    Feliz Dia das Mães a todos!
Principalmente para a dos muitos identificados com o Chumbão.

Mauro Rodrigues

Últimos posts

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!