Simplicíssimo

Hora do Cartão

– E aí? Como vão as coisas? Os preparativos para o final do ano…

– Tudo beleza! Muita alegria, felicidades e um cartão!

– Cartão de Natal?- Não, cartão de crédito mesmo. Tudo parcelado em até 12X. Que barbada!

– Mas e o décimo terceiro? As férias? Nenhum abono de final de ano na tua empresa?

– Claro que tenho tudo isso, mas tinha algumas dívidas e sabe como é… Na hora tem-se que decidir entre pagar e fazer o Natal.

– Quer dizer que o Natal vai ser magro esse ano? O importante mesmo é confraternizar com a família.

– Que nada! Como já te disse, para que existe o cartão de crédito? Parcelamento, crédito, empréstimo, tudo pelo Bom Velhinho… ehehehe

– Bah!, vai com cuidado que pode ser perigoso realizar esse tipo de atividade via cartão de crédito. Podes ficar o ano inteiro pendurado,correndo atrás das dívidas. E se atrasa alguma parcela do cartão? Os juros estão pela Hora da Morte!

– Já tenho experiência. No ano passado foi tudo no carnê, mas como uma loja não quis renegociar acabei indo para o SPC. Felizmente uma operadora de cartão de crédito me ligou tão logo meu nome apareceu no SPC e hoje tenho um cartão XIÇA International com trocentos pila de fundo.

– Olha eu não sei como dizer isso, mas é perigoso. Pensa bem, por que te ofereceriam um cartão logo que entraste no SPC? Parece coisa de maluco!

– Que nada! Eles sabem que eu gosto de gastar e estão me dando ferramentas para continuar consumindo. É o mercado, é o Natal!

– Pode me chamar de chato, mas por que tu não joga uns pré-datados nas lojas? Tua esposa não tem conta separada da tua? Ou tua mãe, teu pai? Aí tu foges do SPC e pode negociar com o banco, caso não consiga cobrir algum. Empréstimo pessoal é bem mais barato que juros de cartão.

– Eu até podia usar isso, já que minha esposa tem conta separada da minha, mas estou com a conta bloqueada porque voltou um cheque que ela deu para tentar limpar o meu nome do SPC.

– Mas como?

– Ah, ela assinou o cheque e me deu. Eu fui lá e joguei na cara do gerente da loja. Calculamos o valor e ele depositou o cheque no banco.Voltou a primeira vez e ele me ligou. Fui lá briguei com o cara e ele depositou o cheque de novo. Conta bloqueada. Daí tive de pedir dinheiro emprestado para o meu pai de forma a liberar a conta dela e cobrir o que faltava para o cheque. Agora estou endividado com ele também.

– Tá, mas então te livraste da conta na loja e do SPC.

– Não, ela sustou aquele cheque como se fosse roubado e ficou com o meu dinheiro também, quer dizer do meu pai.

– Bom, nem sei o que dizer… Ela se mandou?

– Não, botou minhas coisas para fora do apartamento. Mas ontem convidei ela para ir naquele restaurante chique que mulher nenhuma resiste e depois rolou um motel. Baita noite!

– Espero que tenha valido a pena todo o investimento… Acho que vou indo…

– O investimento valeu muito! Nem quero voltar com ela. Assim está bom demais.

– Assim é tudo meio a meio, né? Bom, já está na minha hora…

– Que nada! Homem que é homem tem que pagar. Vamos tomar um chopp. Eu pago.

– Olha, não tenho muito tempo. Tenho de ir mesmo… Bom te ver.

– Não me faz essa desfeita. Tá meio mal de grana? Eu já disse que pago o chopp.

– Olha cara quem parece estar mal de grana é tu. Eu tenho que ir mesmo…

– Bah, não entendeste? Eu tenho um cartão. Eu sou um consumidor. Estou utilizando minha liberdade de capitalista num mundo globalizado e moderno. Posso usufruir dos meus direitos de consumidor e cidadão. Isso que é vida.

– Tua situação tá preta! Se cuida ou o bicho vai pegar ainda mais. Esquece esse lance de cartão, 12X para pagar, empréstimo para pagar empréstimo… Tu já tá financiando até encontro com tua própria mulher. É ou não é?

– É e daí? Eu vou dar um jeito no ano que vem. Sabe como é: ano novo, vida nova…eheheheheh

– Ah, quer saber duma coisa? Tu precisa de um cartão mesmo, mas um diferente do que tu tens.

– É? Qual?

– Cartão vermelho!

– Pô, quer dizer que uma graninha emprestada nem pensar?

– Pede pelo cartão!

– Hein? Que cartão?

– De Natal, que tu vai comprar com o cartão de crédito para todo mundo que te deu cartão vermelho.

Mauro Rodrigues

Comente!

Deixe uma resposta

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!