Simplicíssimo

“O que realmente estamos fazendo pelos nossos velhos?”

Século XXI. O ser humano goza de novos saberes e tecnologias, vence batalhas contra as doenças e exalta os indicadores de que é cada vez mais possível se viver por mais tempo. Mas os males sociais, as neuroses, e o aspecto crônico de muitas patologias ainda são um desafio e põe em risco a qualidade do todo conquistado. Velhos conselhos ressurgem como novidade e especialistas esforçam-se para mostrar que o envelhecimento começa desde o nascimento da nossa primeira célula. Pesquisas avançam na busca de um freio para a ação do tempo que se esgota a cada batimento cardíaco enquanto o individualismo perpetua o preconceito e a exclusão, como que por uma lei natural de sobrevivência. É tempo, pois de unir esforços na construção de um futuro digno aos que lá chegarão e de um presente menos penoso aos que hoje idosos estão. É mais do que hora de nos perguntarmos em coro único: “O que realmente estamos fazendo pelos nossos velhos?”

– Data: 13 de Julho de 2005
– Horário: das 14 às 17h
– Promoção: Núcleo de Psicogeriatria da SPRS
– Mesa com debatedores interdisciplinares:
* Enfoque Médico: João Senger
* Enfoque Político: Ony Teresinha. Silva
* Enfoque de Saúde Pública: Rosa Maria
* Enfoque Filosófico: Renato Duarte
* Enfoque Social: Guite Zimerman
* Enfoque da Mídia: Clara Izabel Ibias

– Coordenadores:
* Eduardo Hostyn Sabbi
* Liliane Dias de Lima

– Aberto a todas as pessoas interessadas no tema

Image

Eduardo Hostyn Sabbi

Últimos posts

Follow us

Don't be shy, get in touch. We love meeting interesting people and making new friends.

Most popular

Most discussed