Simplicíssimo

Entre Gigante e Anões

Sorisneu era um destemido guerreiro da terra de Sares que por motivos distintos havia formalizado compromisso em combater gigantes, e anões. Estes primeiros, vultuosos senhores, eram gigantes, por que assim de fato o eram. Enormes, grandes mesmo, capaz de fazer sombra  ao bravo guerreiro, e impedir que o astro iluminado cumprimentasse matinalmente Sorisneu. No entanto, não tinham ânsia pelo embate, e com calma e tranqüilidade aguardavam pelo dia da contenda. No entanto, com os anões era diferente. Não só pelo tamanho, cujos corpos não passavam da altura dos joelhos do guerreiro, e sim na atitude. Estes eram nervosos e impacientes. Bradavam em provocações, incitavam o inicio imediato da escaramuça… Sorisneu achava graça de tudo aquilo. Cabia a ele iniciar a luta, mas para evitar novas aporrinhações prometera a si mesmo, nunca mais olhar na direção dos pequeninos.

Douglas Eraldo dos Santos

Comente!

Deixe uma resposta

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!

Últimos Posts