Simplicíssimo

O jardim

 Ludovico Pendragon por muitos anos peregrinou pelo mundo, levando sua figura esguia, e rosto tomado pela longa barba, aos mais recônditos e desconhecidos lugares. Certa vez ao cruzar uma floresta com talos de brócolis do tamanho de jequitibás, deparou-se com um imenso jardim,com a mais verde grama que já vira, e os mais lindos canteiros de flores. No entanto, era um jardim incomum, e espalhado por sua infinidade centenas de portas para sua escolha, onde cada uma lhe levaria a um caminho diferente. Porém o peregrino permaneceu estático, pois olhava para cada porta, e sentia em seu íntimo que nenhuma delas seria capaz de levá-lo onde desejava. 

Douglas Eraldo dos Santos

Comente!

Deixe uma resposta

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!

Últimos Posts