Simplicíssimo

O rei triste

 

O Leão Demétrius era o último entre os seus. Em toda a savana não havia mais deles com suas jubas reais e força incomum. Tinham desaparecidos por completo, sem que nenhum outro sucessor de Demétrius, existisse. A idade e os pelos que caiam indicavam a proximidade do fim do reino e do próprio Demétrius. Não tardaria chegar sua morte, e o fim da dinastia dos felinos. Seus olhos tristes e marejados olhavam a esmo em busca de algum milagre. Uma tristeza motivada por tantos fatores, e que muitos lhe recaíam a culpa, fosse por ter lutado tanto em manter-se proprietário do Cetro Real, fosse pela incapacidade de manter ao seu lado tantos outros como ele, que agora, ou até mesmo antes poderiam lhe suceder. No entanto agora era tarde, todos haviam partido para novos campos, e novas florestas, e a amargura do rei aumentava por saber que seu reino, querendo ou não, ele, ficaria nas mãos das hienas, ou das raposas…

Douglas Eraldo dos Santos

Comente!

Deixe uma resposta

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!