Simplicíssimo

O viajante

O viajante seguia firme em sua jornada. Por anos andava pelas mais diferentes estradas. Desnecessário dizer que nestes caminhos, não foram apenas belas paisagens que encontrou, mas também curvas perigosas, ribanceiras traiçoeiras, e as mais variadas tocaias que o obrigaram a por vezes pausar seu caminhar. No entanto cada pequena vitória, ou derrota, ele curava suas feridas, ou então por pouco tempo jubilava-se, e retornava a caminhar. Obviamente depois de tantos anos peregrinando, um dia a notícia do viajante espalhou-se, e curiosos e repórteres juntaram-se a ele curiosos, porque ele fazia aquilo. Foi um destes jornalistas afoitos que lhe tocou o microfone a face, e tascou-lhe uma indagação :

― Viajante, qual o motivo desta caminhada não terminar nunca? O que pretendes? É algum tipo de protesto?

Com semblante sereno, e rosto enxuto, mesmo após milhares de quilômetros caminhados, o viajante respondeu-lhe:

― Não é nada disso meu bom amigo, e simplesmente ainda não cheguei ao meu destino!

Douglas Eraldo dos Santos

Comente!

Deixe uma resposta

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!

Últimos Posts