Simplicíssimo

Diz-me com quem andas…

… pois nesta nossa era problemática, "diz-me com quem andas e te direi quem és"… Será? O nosso país sempre foi interessante. Continua sendo. Temos em alta estima o nosso presidente, é bom que tenhamos. É bom contarmos com um líder que nos cativa pelo exemplo. Eu gostaria de me espelhar nele, sério mesmo. Ele é o meu herói. Quem mais poderia ter tantos amigões do peito, chefes de casa civil, compadres, caseiros, irmãos queridos e ingênuos, todos envoltos em névoas de podridão? Quem mais poderia passar quase trinta anos tendo patifes por companheiros de partido e de tantas "lutas"? Quem mais, decorridos esses mesmo trinta anos, estabeleceria alianças com políticos de outros partidos aos quais nunca poupou críticas e contundentes ataques? Quem mais, afinal das contas, tornar-se-ia aliado de Fernando Collor de Mello? Quem sentaria rindo e bem à vontade com um homem notoriamente pútrido, o qual não hesitou em expor o próprio lulinha ao escárnio público, ao revelar detalhes de sua vida íntima em rede nacional? "Tudo bem", deve ter pensado o nosso herói… "Todo mundo tá fazendo isso hoje em dia (…) noves fora, me sobra mais um aliado (oba!). E de um estado bem pobre, bem vulnerável ao meu super bolsa-família". Cercado por tantos improbos, Lula mantém-se probo! E sempre foi probo, amém. É uma vestal pinguça. Uma virgem de casa-de-luz-vermelha. Uma intocada Smurfete na casa de Gargamel. Sim, Lula é probo! Brindemos! Tim-tim! (Não sei que interesses regem esta era de divulgação de escutas, mas seria bem legal ter podido presenciar o mesmo tipo de trabalho com todos os governantes e camaradas-satélite brasileiros do últimos 50 anos. Deve haver cada estória interessante… Bom, mas não adianta ficar nostágico. Aproveitemos o dia, pois não há, no momento, neste país, nada mais engraçado do que o presidente Lula).

Luiz Eduardo Ulrich

Comente!

Deixe uma resposta

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!