Simplicíssimo

Meditações das Águas de Março

Meditações das Águas de Março

Chuvas à parte, macacos me mordam, barreiras à frente. Pelotão, a postos! Vamos ver como é a primavera em Júpiter e em Marte. Se não, talvez, amar um pouco mais, ao som das mais velhas melodias. As novas, quem sabe, com o tal aquecimento global, talvez evaporem nas bancas de algum camelô desengonçado. E tome falsidade, mas com caipirinha que é pra nem ver a merda que estamos fazendo. E por falar em merda, já pensou que o seu baseadinho ajudar a manter uma criança carente? Sim, com ele a criancinha tem direito a fuzil e submetralhadora. Já não é mais presa fácil da violência, não fica por aí pelas esquinas pedindo, girando calotas e carambolas. Já não é mais arrastada pelo asfalto, não senhor, não mesmo! Quem sabe até, daqui a pouquinho, não vai ela mesma assumir o volante? E por falar nisso, você já conferiu o seu volante de loteria? Joga, que a Caixa garante. Eu ganho todas as semanas, umas vinte vezes. Só não fiquei rico porque eu rasgo dinheiro. Às vezes rasgo até o volante, sabe como é, perde a graça ficar ganhando, ganhando, ganhando, uf! Volantes me mordam! A meu time falta dois zagueiros, um meia e um ala! Que Alah nos proteja a todos. O Governador do Rio de Janeiro quer rever com a ONU esse negócio de droga ser crime. Está é entregando os pontos, dizendo “aqui, ó, seguinte, fui!” Está também na contramão da História: com tanto aquecimento global, quer liberar as queimadas. Se liberasse, a Microsoft com certeza assumiria a ponta do mercado mundial, com biochips capazes de injetar drogas diretamente nas áreas interessantes do cérebro. Com direito até de escolher onde e quanto de dopamina vai hoje. E opióide, e GABA, e glutamato, e tudo com aquelas janelinhas coloridas. Clique aqui para iniciar o módulo Canabinol for Windows Loca Vista. Mas não ia adiantar nada: como sempre, os sistemas iam começar a falhar e ficar mais pesados, e mais caros. E os camelôs iam começar a vender cópias falsas, baratinho. Pronto, taí o crime se organizando de novo! Ora, pongas!

Luiz Eduardo Ulrich

Comente!

Deixe uma resposta

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!