Simplicíssimo

Pequena Serenata Horrorosa Noturna

Estava eu aqui tentando recordar os piores momentos de 2008, e tantos houve, mas nada aos meus olhos e ouvidos tanto horrorizou quanto ouvir Roberto Justus estragando "I´ve Got You Under my Skin" em rede nacional, com um estúpido coral ao fundo, aplaudido de pé pelo Jô-Soares-Onze-E-Meia. A insônia é realmente uma praga.

Poderia eu àquelas horas estar tranquilamente sonhando com uma bruxa malvada, ou uma lula-sem-cabeça, mas não! Ah! A insônia é o inferno, e Justus é seu arauto! Para se ter uma idéia de quão ruim a coisa foi, basta citar que nos momentos supostamente mais emocionantes da imortal canção de Gershwin, aqueles em que a voz do cantor deve se impor bravamente, em notas prolongadas e potentes, as mesmas que justificam a fama de Sinatra, pois nesses momentos decisivos a voz do Grande Justus se apagava, providencialmente abafada por salvadores agudos do coral feminino, cuja função só então compreendi. Pior que aquilo só o comprimento da frase anterior.

Desculpem, mas a insônia tolhe minhas habilidades de edição, as idéias ficam como que zipadas. Tão zipadas que me permitem assistir a horrores daquela monta. Após o indigesto banquete, nada mais justus que uma bela gastrite. À pirose segue-se o omeprazol e a este, afinal, o lençol. Lá vou eu desfrutar do sono dos justus. Odeio insônia.

Luiz Eduardo Ulrich

Últimos posts

Follow us

Don't be shy, get in touch. We love meeting interesting people and making new friends.

Most popular

Most discussed