Simplicíssimo

Corro em busca de um lugar

Procuro o ar fresco das rosas
Procuro a paz do silêncio
Procuro a paz do sorriso perdido
Procuro águas cristalinas
Procuro e corro em busca do que ainda resta
Procuro e corro em busca do meu vale secreto
Procuro e corro em busca da minha paz de outrora
Procuro e corro em busca de minha felicidade desejada
Encontro o que procuro
Paro de correr
Vejo-te

Meu nada
Meu tudo
Minha alma
Meu coração
Minha mente desprovida de razão
Meu abrigo
Minha brisa
Minha água cristalina
Minha última lágrima rola
Minha dor desaparece
Meu coração acorda
O amor renasce

Agora me sinto feliz
Sinto-me tua
Sinto-te meu
E a vida continua
Sem dor
Sem mágoa
Sem ira
Sem medo
Estou contigo
E sei que agora nada importa
Enfim minha busca cessou
Meu coração acalmou
Minha mente acordou

Minha alma te encontrou

Maria Jose Silva Caldas Fagundes

Últimos posts

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!