Simplicíssimo

D-rota! (ruas e estradas)

Violentos Haikais 116/X
Capotou na 116
Matou dois, feriu seis
Está solto, pelas nossas leis.

 
Faroeste 101/X (estradas)
On the west side
Freeway to aid
In love to ride

 
Cada caminho que escolhermos nos impõe situações que podem ser encaradas como a construção de nós mesmos como pessoas melhores (ou piores). Muitas pessoas vão encarar os encontros que implicam em decisões como vitórias ou D-rotas e terão no seu intimo algum sentimento em relação a isto. Talvez se sintam derrotadas também, ou pasmas, por não terem lutado a nosso favor, ou regozijadas por nos terem imposto aquela D-rota. Aquele encontro com o muro que certamente deixará marcas em nós mesmos, nos que nos cercam e no próprio paredão.
 
No final de semana, loquei os dois filmes da série “Efeito Borboleta”. Para variar, o primeiro deles era muito mais impactante do que o segundo, porém uma coisa muito simples me chamou atenção. Mesmo se tratando da Teoria do Caos, a tônica do filme é a D-rota do ser humano. Qualquer que seja o caminho escolhido, fatalmente ele sucumbirá ao sistema, se rendendo, ou perdendo seus entes queridos. Pode até ficar em uma ótima situação dentro do sistema, mas jamais sairá dele. Ser bem sucedido é uma das prerrogativas do sistema. A prerrogativa que mais mata. De câncer, úlcera, depressão ou cardiopatia.
Já que é possível pensar em um Deus descentralizado, porque ainda temos que usar a ciência para provar que o importante é sermos legais e dar continuidade ao sistema, para que nossa D-rota final seja rumo ao céu?
 
Antigamente, eu pensava que o destino era feito de estradas entrecruzadas, que podiam levar a qualquer lugar. Dentro do sistema.
 
Hoje, acredito que possa haver caminhos distintos ao sistema que possam levar a lugares onde as D-rotas de pessoas que querem mudar o mundo sejam D todos e que se levantem para fazer um futuro melhor.
 
De ré na contramão, para tomar um caminho e chegar em outro lugar.

Pedro Armando Furtado Volkmann

Comente!

Deixe uma resposta

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!