Simplicíssimo

Mapas

Violentos Haikais 132/X
Desculpas armando
Pedras na mão, foi furtado
O homem do povo, só armando

Faroeste 117/X
Amo ardentemente
Antes até de acordar
Acaba acontecendo amar…

Em teoria, mapas podem ser ícones, em teoria, mapas podem ser instrumentos. Em teoria, mapas podem mostrar a maneira correta de chegar lá. Será que é possível fazer de um mapa, seu guia?

Uma vez que estejamos caminhando para o lado errado, qualquer acerto é um erro. Desta forma, escolher os mapas é a tarefa mais árdua em uma viagem.

Conheço muitos mapas da mente humana. Alguns deles científicos, muitos deles vindos de antigas tradições. Eneagrama, astrologia. I Ching. Psicologia. Todas formas de mapear pensamentos/sentimentos humanos.

A grande questão é saber se o uso deles em relação a outras pessoas seria ético. Poderia eu, uma pessoa que sabe interpretar mapas astrais, usar eles para obter benefícios de outras pessoas? É justo negociar com gente da área da PNL/Psicologia?

O que é o poder? Porque se precisa dele? Ele emana do sistema? Ou é próprio de pessoas específicas, especiais?

Qual a troca mais poderosa? Dinheiro, informação ou amor?

Acredito ser o maior instrumento de poder o autoconhecimento. Traz poder para quem o busca, sem precisar retirar de ninguém.

O universo autoaplica a troca exata. Quando nós, seres humanos, vamos aprender a usá-la?

De ré na contramão, tentando aplicar.

Pedro Armando Furtado Volkmann

Últimos posts

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!