Simplicíssimo

Marketing e Canos

Violentos Haikais 92/X
Santo vazamento
Cano engembrado, para o lado.
Não, não e não agüento.

 

Faroeste 78/X
Mesmo no escurinho
No meio da água, anágua
Você bem pertinho.

 

Quando o Rafael me perguntou sobre o Simplicíssimo desta semana, pedi um tempo para que pudesse tomar um banho e me limpar um pouco. Vamos a história:

 

Hoje a tarde, por volta das quatro da tarde, a pessoa (meu irmão) que ocupava a sala avisou a pessoa responsável pela manutenção que estava achando estranho que a parede da sala dele estava molhada e que os azulejos do banheiro privativo dele estavam quase caindo. Como ela estava assoberbada, resolvendo um problema com alguns computadores e com um boiler, pensou: amanhã eu dou um jeito nisto.

 

Por sorte, a pessoa comentou comigo que iria ver o problema amanhã e eu fiz questão de ir ver imediatamente. Consegui evitar um estrago bem importante. Após rastejar pelo sótão no escuro e identificar um vazamento igual a uma torneira aberta. Tinha acabado de descobrir um alagamento em cima do teto da minha casa. Ainda bem que era na casa de trás, onde ficam dois escritórios.

 

Vou relatar a seqüência: há duas semanas, o encanador esteve aqui para trocar a bóia da caixa d’água. Então, como ele detectou um pequeno (na ótica dele) vazamento bem próximo à bóia, ele preparou alguns calços e deixou a parte que estava vazamento para dentro da caixa. Fez isto e abriu o registro, não indo verificar se a pressão exercida pela água iria mexer ainda que minimamente o sistema.

 

Passaram-se, então alguns dias. O furo foi aumentando e a pressão da água fez com o esguicho apontasse para o furo da caixa d’água por onde entra o cano que vem da rua. Desta forma a água passou a escorrer pelo lado da caixa, formando uma bela cachoeira, que terminava no piso do teto. Toda parte de cima da casa ficou com um filete de aproximadamente 3 cms de água que achou por onde escorrer…

 

O que tem isto a ver com marketing?
Bom, na hora que os vendedores das empresas recebem a notícia que os azulejos das empresas estão caindo é hora de descobrir onde está o vazamento…

Quase sempre as pessoas secam as paredes e seguram os azulejos, sem sequer cogitar em subir no sótão…

 

De ré na contramão, para poder ser subir no sótão e descobrir os vazamentos.

Pedro Armando Furtado Volkmann

Comente!

Deixe uma resposta

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!