Simplicíssimo

Nós e o tempo

Ficar com você…
Naquele instante
O mundo lá fora poderia acabar
Com certeza o tempo parou
Parou só por um segundo

Rápido como sempre, voltou a andar
Correu, correu contra você e eu
Sem deixar rastros, tão rápido!
Nem a poeira teve tempo de se levantar

Parecia até nosso cúmplice
Se portava como um amigo
Por um minuto confiei nele
Que erro o meu!

Mais rápido do que um pensamento
Antes que eu pudesse dizer
– Eu te amo
Ele fez o que sempre faz

O mundo lá fora nem se abalou
Em meu desejo de que ele acabasse
O mundo é cruel, cruel porém fiel
Fiel aos seus pricípios
Sempre leal a eles

O tempo se vestiu de cordeiro
Traidor, nessa pele branca
Escondeu suas pressas ferinas
Só pra me morder e me tirar de você

Traidor, Jogou meus restos ao mundo
Que em seu papel faz o que sabe melhor
Mastiga o que sobrou e cospe
Cospe no prato da Vida Real
Ela engole

Marcos Pedroso

Comente!

Deixe uma resposta

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!