Simplicíssimo

Quem é?

Quem é você que se gaba?

Quem é você que profere impropérios e não ruboriza?

Que que pensa e pensa que pensa

Além disso está sempre certo se fala

É forte, quem é?

 

Quem é você que caminha e não deixa rastro?

E atravessa a praça sem medo

Quem é você que de mãos livres está armado?

Sua voz é o trovão e seus olhos os relâmpagos

E transcende, quem é?

 

Quem é você que carrega o nome inédito de seu pai?

E que quando abre ninguém fecha

Se você sabe tudo diga: quem é você?

Quem é você que nunca não está?

E domina, quem é?

 

Quem é você que não falha, e quando falha diz por que?

Quem é você, ou ao menos de onde vem?

Mostre-me quem te conhece e quem te vê

Quem é você e o que está fazendo?

E faz, quem é?

 

Quem é você que não duvida e que não deixa dúvida?

E que falando fecha a questão

Quem é você que seduz prende e e laça?

E reúne Aquiles e Ulisses em seus braços e na cabeça

E infeitiça, quem é?

 

Quem é você que sem asas voa e sem pernas corre?

E se corre ninguém alcança e voa tão alto!

Que ouve pensamentos e vê os sentimentos

Quem é você que entende?

E se manifesta, quem é?

 

Quem é você que carrega nos braços seus amigos?

E em seus bolsos traz milhões

Quem é você que não muda e não se desfaz?

E que perfaz na vertical e horizontal

E possui, quem é?

 

Quem é você?

Vou no seu encalso e vou chegar aí

E quando eu aí chegar vou resolver isso tudo

E no face-a-face vou descobrir também

Quem sou eu.

Marcos Pedroso

Comente!

Deixe uma resposta

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!

Últimos Posts