Simplicíssimo

Contos de amor in verso

NEGAÇA

Ela disse NÃO!
quando ele abriu o primeiro botão.

Resoluto,
abriu o segundo.
Obteve, então,
um suspiro profundo,
seguido de outro “Não…”

Terceira casa aberta,
a transa tão certa
quanto o próximo botão.

HABILITAÇÃO

Na Auto-escola do Amor
cometeu um vexame:
repetiu todos os exames.

Desde então,
por não ter habilitação,
não ousa amar
nem deixa ser amado.

Na garagem do peito
permanece o coração
inutilmente estacionado.

AMOR RENOVÁVEL

Durante um ano amou exageradamente.
No ano seguinte, amou-a moderadamente.
No terceiro ano, passou a amá-la de modo reticente.
No quarto, seu amor tornou-se fingido, displicente.
No quinto, piorou, virou um sentimento ausente.
Mas, no sexto ano, já era diferente:
voltou a amar exageradamente.
Um amor devotado à outra, evidente.

Wilson Gorj

Últimos posts

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!