Simplicíssimo

lágrimas da noite

A chuva cai
na tarde sonolenta
que se vai;

A noite vem
com suas penumbras
e mistérios do além.

A noite continua
a chuva teima em continuar também

E os mistérios do além
… também!!

Pingos fazem barulho
nas folhas que dançam
no escuro
obscuro da noite.

A noite parece eterna
na sua solidão contínua.

Ilusões noturnas
vagam na noite sedenta
atenta!!

Pouco a pouco
a chuva se vai
e a noite a acompanha

Os pingos que molhavam
as folhas se vão
param de cair;
a solidão da noite se vai
e levam consigo as ilusões
da noite.

e os seus mistérios!!

Clareia uma eterna agonia
do dia que vem afoito
Secando as lágrimas da noite
que outrora no açoite
se escondia.

E o dia!!!
…o dia também terá seus mistérios?!?!

Afonso José Santana

Últimos posts

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!