Simplicíssimo

medos e anseios

Afugento meus medos
Cobro de mim mesmo meus anseios
Que tenho
E que não os quero mais

Só quero a mansidão
Só quero a paz em mim
Nada de solidão
Que ainda permeia

E que não a quero mais

Borbulha em mim
Ainda os anseios

Borbulha em mim
Ainda a solidão

Isso não tem fim
Enquanto estiver em mim
(A depressão)

Afonso José Santana

Últimos posts

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!