Simplicíssimo

Assédio

Você finge que não vê quando encosto de proposito em você, deixo meus braços roçarem, de leve, seus peitos, enquanto alcanço a cola que esta do seu lado da mesa, mas ao me virar, vi você sorrindo. Somos assim, você finge que não vê quando me insinuo, eu finjo que não vejo você, com aquele decote escandalizando horrores.

E seu perfume, que você me empresta e passo o dia com seu cheiro gostoso e no banheiro cheiro meu ombro liso e gostoso a acaricio por que sinto seu cheiro que me provoca, como se você estivesse alí comigo, a me procurar, insinuar, provacar, mas saio recomposta sabendo que tenho trabalho para fazer, e você, só quer fazer poses e me provocar com suas pernas lisas, lindas, grossas, volumosas e eu sonho com suas pernas a me envolver e nossas linguas girando alucinadas uma contra a outra enquanto eu unho você como você me unha e eu gozo gostoso depois de pensar nisso tudo.

Garota, você me alucina, um dia será minha, mas por hora, continuaremos assim, você, minha chefe, eu sua secretária, esperando, rezando, torcendo, pelo assédio acontecer. E depressa…

Luiz Emanuel Campos

Comente!

Deixe uma resposta

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!

Últimos Posts