Simplicíssimo

Coisas da Vida

Queridos amigos,

Espero que estejam bem! Agradeço os comentários do último texto e confesso que aguardei ansiosamente pelo nosso novo encontro nesse espaço tão agradável!

Como vocês já devem ter percebido, gosto muito de Rita Lee e ela expressa uma boa pitada daquilo que minha alma grita.

Portanto, hoje quero compartilhar uma música que faz parte de mim desde a adolescência e, certamente, faz uma excelente reflexão a respeito do que a vida representa para cada um de nós!

Confiram:

Coisas da vida

Rita Lee

Quando a lua apareceu

Ninguém sonhava mais do que eu

Já era tarde

Mas a noite é uma criança distraída

Depois que eu envelhecer

Ninguém precisa mais me dizer

Como é estranho ser humano

Nessas horas de partida

É o fim da picada

Depois da estrada começa

Uma grande avenida

No fim da avenida

Existe uma chance, uma sorte

Uma nova saída

São coisas da vida

E a gente se olha, e não sabe

Se vai ou se fica

Qual é a moral?

Qual vai ser o final

Dessa história?

Eu não tenho nada pra dizer

Por isso eu digo

Que eu não tenho muito o que perder

Por isso jogo

Eu não tenho hora pra morrer

Por isso sonho

São coisas da vida

E a gente se olha, e não sabe

Se vai ou se fica

http://www.youtube.com/watch?v=rrk0Bi7RwJU

Um grande abraço e até a próxima!

Tatiana Kielberman

Comente!

Deixe uma resposta

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!