Simplicíssimo

Do pequeno, grande encanto

 

 

 

 

No fio da meada a formiga acelerava. Pequenina, mas grandiosa por dentro. Tentava atender suas responsabilidades. Entre uma subida de uma árvore e outra, olhava em volta o infinito que a cercava. Olhava tão encantada que mal percebia a confusão armada em sua frente. Duas operárias se atracavam demoradamente. Por quem torcia? pra confusão acabar e então ela conseguisse continuar contemplando o simples, fantástico e diversificado mundo a que pertencia.Pena que nem sempre tinha permissão pra isso.

Frank Santos

Comente!

Deixe uma resposta

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!

Últimos Posts