Simplicíssimo

Num tal de coração

Seu cheiro, seu beijo, minha flor, meu amor, não só imaginação, mas realização. Realização de um sonho, sonho bom que se vive. Respiração, pulsação, regadas a um barulho: Tum-tum, ele diz, descompassadamente. Seria esse o ritmo da felicidade? Muitos tentam encontrar uma fórmula, mas seria o amor um irmão, ou um pai? parente próximo com certeza, pois quando ela é real, ele está sempre ali, pertinho. Muitos possuem metas ambiciosas, astronômicas, mas não seria a real felicidade algo mais simples. Algo que de certa forma se encontra dentro de nós? ali, no meio, onde se bate, num tal de coração.

Frank Santos

Comente!

Deixe uma resposta

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!