Simplicíssimo

O Forró da Alegria

Sozinho faz uma prece

Fecha os olhos e pensa

Imagina e a admira

Quem dera beijá-la inteira

É interrompido,

Que pena

O forró já começou

A campainha tocou

Não tem quem atenda

O sentimento está lá

Batidas na porta

De um sonho ele acorda

A realidade é melhor

Do outro lado surpresa

Este dia é de alegria

Agora ele acredita

Um beijo apaixonado se faz

E o forró de ritmo não muito querido…

Vira canção de dois pombinhos.

Frank Santos

Últimos posts

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!