Simplicíssimo

O Reinado da Quase Certeza do Incompleto

Como pode alguém conseguir algo que muitos desejam e não se sentir feliz? Como pode um desejo ser tão perfeitamente cumprido, só que pela metade?Como pode uma gota cair tão frágil sem ser desviada, mas não molhar o necessário? Uma maior seria o que aquela terra seca precisaria, nem que fosse pro “molhado” durar alguns segundos a mais. Como pode aquela tempestade tão esperada parecer que nunca varrerá aquele chão? Como pode aquela vela acesa ser tão pouco, mesmo que nunca se apague? Como pode um cheiro tão agradável não ser o suficiente pra manter o frescor daquele dia tão bonito?Como pode aquela lista tão bem escrita estar incompleta pelo esquecimento de apenas um item? Como pode um homem estender a mão com tanta boa vontade e ver na expressão daquele outro um ar de total reprovação? Como pode um quadro pintado à mão ser tão expressivo por um ângulo e tão indecifrável em outro? Como pode alguém ler isso tudo e quase não entender nada na mesma hora em que outro leitor “decifra” mesmo que apenas para si quase todos os significados possíveis deste texto? Como pode o quase e o incompleto ser tão ou mais presente em nossas vidas do que pensamos perceber?

Frank Santos

Últimos posts

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!