Simplicíssimo

Primeiro de Abril

Caiu, feriu o dedão do pé esquerdo, chegou atrasado, foi injuriado, ficou naquela sala de sempre, novamente de castigo. O que mais poderia acontecer? Pensou ele. Eis que a resposta sempre vinha. Resolveu dormir até aquele sinal o acordar, pois se esqueceu de desativar o alarme que servira no dia anterior quando tomara o remédio que diminuíra as dores sentidas. Parecia uma longa fase dos horrores, se levantava então. Como poderia ser ainda tão cedo? O dia caminhava lento, por quê? Tentou preparar um lanche e desistiu quando notou o cheiro de queimado que chegava da cozinha. Olhou então pros céus, tomou fôlego e… Interrompeu seu próprio intento, não se entregaria tão cedo, lutaria um pouco mais. Voltou à cama, e logo percebeu o motivo que o fazia não conseguir pegar no sono: sua cama estava irregularmente ondulada. Seu colchão mostrava sinais de velhice, mas nada que não fosse resolvido por uma simples mudança de lado do mesmo. Quando então poderia se achar vencedor de tal situação ouvia uma espécie de contagem regressiva. Sim, era a festa de Otávio, seu amigo, como poderia esquecer-se do começo do dia anterior:
—Reinaldo, Reinaldo, não vai esquecer-se de meu aniversário, hein?
Otávio era conhecido por suas mentiras, que quase sempre eram em tom de brincadeira e  dificilmente mal intencionadas.
—Claro que não amigo, mas tem certeza que é seu aniversário mesmo? Logo nesse dia? Combina em muito com você.
—Engraçadinho, mas é sim, e seu dia se tornará péssimo se não lembrares.

—Eita, ok, ok, não irei esquecer, não precisa me praguejar. Mas se eu esquecer o que você fará para que eu lembre a tempo de chegar a sua casa?

—Bem, você me deu uma idéia, como a festa deve ser aqui embaixo, irei fazer uma contagem regressiva bem alta, que tal?
************************
—Poxa, 01 de abril num era dia da mentira? Agora é dia dos horrores?

Frank Santos

Últimos posts

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!