Simplicíssimo

Quando nos sentimos sós

Foi essa facilidade que eu tenho em adivinhar o outro que me permitiu compreender certos aspectos da natureza humana. Espécie de intuição que me acompanha durante a minha vida. Numa manhã chuvosa eu estava descansando na varanda, quando num dado momento passei a compreender melhor o porquê das pessoas detestarem tanto a solidão. Afinal, o homem é um ser sociável que necessita interagir com as pessoas diariamente.
 
Muitas vezes a solidão pode até assustar, se as pessoas imaginam a vida do outro sendo melhor que a sua, quando deveriam saber lidar melhor com suas angústias. É difícil conceber que todos precisamos aprender a viver sozinhos, curtir a solidão que nos ensina a necessidade de ouvir mais vezes o silêncio que vem de nossas almas. Sem essa introspecção diária fica difícil resolver essa questão. A vida nos diz que dentro de nós mora uma imensa solidão, e que é preciso admitir essa verdade para podermos compreender melhor o outro, ouvir seus reclamos e aprender com a vida. Aprender, sobretudo, sobre nós mesmos.
 
Recife, 19 de abril de 2006

Luiz Maia

Comente!

Deixe uma resposta

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!

Últimos Posts