Beleza Escondida

Qual é o cúmulo da eletricidade?

Levar um choque com a conta de luz!

Qual é o cúmulo da economia?

Lavar-se com o sabão que levou do chefe.

Qual é o cúmulo da besteira? Violentos Haikais 62/X

 

Malandros rebolam
para não morrer e não sofrer
no morro assolam

 


Faroeste 49/X

 

Finalmente sós
amor de noite e de dia
só somente nós

 

 

BELEZA ESCONDIDA

 

 

Qual é o cúmulo da eletricidade?

 

Levar um choque com a conta de luz!

 

Qual é o cúmulo da economia?

 

Lavar-se com o sabão que levou do chefe.

 

 

Qual é o cúmulo da besteira?

 

 

Bom, para mim é a forma com que certas empresas tratam de suas marcas. Isto mesmo! Existem algumas empresas que pensam grande ou pequeno. Porém tem algumas delas que não pensam.

 

Veja só: uma marca, como várias outras coisas têm um efeito mediato diferente do efeito imediato. Quando falamos abertamente uma coisa, fica implícita outra. E assim por diante. Veja só: o telefone que tem o melhor sinal do mundo é o Motorola e quem é o líder de mercado é a Nokia (talvez por pouco mais tempo). Reflita consigo mesmo e me responda? O que você queria mesmo com seu celular quando sinal era um problema?

 

Qual a velocidade que deve andar um elevador?

 

Isso! Acertou! Quanto mais devagar, mais as pessoas gostam dele!

 

Então você poderia perguntar o que acontece com as pessoas. Porque elas respondem as pesquisas dizendo uma coisa e querem outra? Porque as pessoas dizem que querem uma coisa, na verdade querendo outra?

 

A resposta é simples. Aliás, não tão simples assim, mas vou mostrar dois caminhos bem distintos para tentar provar para vocês, caríssimos leitores, o cerne da questão.

 

Caminho 1 – na cultura existe a parte explícita e a implícita, certo? Porém também existe uma parte que nem implícita é. É totalmente invisível. E somente isto é que faz parte da cultura. Quando as pessoas não têm consciência daquilo que as faz daquele jeito. Mesmo que estudem. Um jeito de ser que vêm de priscas eras, que não é possível ser medido.

 

Caminho 2 – as pessoas não sabem aquilo que querem. Então faça desta forma: mostre que elas querem o que você quiser que elas queiram. Só cuide para não oferecer algo que seja impossível para elas, como melhor sinal e nem elevadores rápidos.

 

Você que quer fazer sua marca, que quer se dar bem na vida, lembre-se que as pessoas querem inovação, mas são iguais a Adão e Eva.

 

 

De ré na contramão para não ter que me cuidar para sair do paraíso!