Com(plexo)

A realidade é complexa. Ou simples. Depende do ângulo que você observa. Quando se é simples demais, se acha a realidade simples, pois a gente não vê nada ao redor. Quando se começa a perceber as coisas, o mundo ganha uma complexidade que vai aumentando, aumentando, aumentando, até o momento que achamos que o importante é se preocupar com as coisas simples. Simples, não?

Violentos Haikais 33/X

Comeu errado
Ficou um tem Pão
na geladeira, meu irmão

Faroeste 19/X

Love is love
noves fora
love you lora

Com(plexo)


A realidade é complexa. Ou simples. Depende do ângulo que você observa. Quando se é simples demais, se acha a realidade simples, pois a gente não vê nada ao redor. Quando se começa a perceber as coisas, o mundo ganha uma complexidade que vai aumentando, aumentando, aumentando, até o momento que achamos que o importante é se preocupar com as coisas simples. Simples, não?

Fiquei per(plexo), a simplicicidade está contida no com(plexo) e vice-versa. Muito interessante. A medida que você vai para um lado está, na verdade, atingindo o outro lado. Quem já deu a volta ao mundo sabe do que eu estou falando. Quem entende um pouco, bem pouco de filosofia oriental, também.

Será isto o re(flexo) do mundo das partículas subatômicas ou da sabedoria milenar de algumas religiões (ou culturas) que falavam supostamente da mesma coisa? Como você pode ler acima, não acredito nisto, pois existem milhares de formas de se falar de coisas de um jeito que as pessoas entendam que o assunto versa sobre o que elas precisam ouvir. Quem viu "Muito Além do Jardim", leu "Palavras de Sabedoria" ou a "Bíblia" sabe do que eu estou falando.

Nada muito com(plexo)… nada muito simples. A vida vai e vem, o que a gente busca muda na medida que alcançamos (ou não) nossos atuais objetivos. Assim é a vida, buscamos o inalcançável, o impossível o inimaginável e o simples.

Ainda bem que achei você.

Ih! Estou de volta, cada vez mais e mais, de ré na contramão.