Ator da Verdade

Gemendo baixinho
Ouço curtinho
Um apelo, uma prece
Um trocado que fosse
Gemendo baixinho

Ouço curtinho

Um apelo, uma prece

Um trocado que fosse

Talvez alegre o fizesse

Uma rua vazia

Como vivo seguiria?

Dia, noite, noite e dia

Uma lua linda,

Era tudo que tinha

Ao simples toque

De um garoto

Respondeu com os olhos

Molhados por dentro

Mas encenando alegria

Sim, meu filho…

Hoje tem comida.