S.A.C. – Parte I

Imagine se houvesse uma fábrica de esposas… Nos defeitos apresentados, os proprietários poderiam ligar para esclarecer dúvidas e fazer reclamações… Não se preocupem, mulheres, na próxima semana virá e revanche… Abraços…

S.A.C. – Parte I

– Alô, por favor, serviço de atendimento ao cliente.

– Um minuto senhor, estamos transferindo a ligação…

– Miranela, boa noite, em que podemos ajudar?

– Boa noite Miranela. Gostaria de fazer uma reclamação quanto ao funcionamento de minha esposa.

– Senhor, precisaremos confirmar alguns dados para verificar se a esposa é realmente a sua, ok?

– Ok…

– Nome, CPF, endereço, RG, data de nascimento, nome do pai, da mãe, do filho e do espírito santo, amém…

– Blá, blá, blá, blá, blá… (imagine que ele respondeu tudo)

– Ok, senhor, informações confirmadas. Qual o defeito apresentado?

– Olha, eu não sei bem, acho que ela ficou louca…

– Um minuto senhor, poderia detalhar mais os sintomas da anomalia?

– Olha, ela chora sem motivo, quer chocolate, diz que eu não a amo, diz que não me suporta, e acha que eu tenho a obrigação de entender o porque de estar assim… Já agradei de tudo quanto é forma, mas não tenho qualquer retorno.

– Bem senhor, ao que parece, sua esposa está na TPM.

– TPM? O que é isso? Quando comprei, ninguém me avisou deste detalhe. Do que se trata?

– Bem senhor, é um período de cinco a sete dias em cada mês. Trata-se da limpeza e troca automáticas dos fragmentos do sistema reprodutivo. O problema é que, para realizar esta limpeza, o sistema utiliza energias extras provenientes do setor de humor e sentimento, que acabam alterados durante o período crítico.

– E quer dizer que todos os meses terei que passar por isso?

– Exatamente senhor. Mais alguma informação que poderíamos fornecer?

– Ahhh, bem, quer dizer, eu gostaria de trocar meu plano. Quero passar para o “solteiro, garanhão, comedor sem compromisso”.

– Lamento senhor, mas o seu período de experiência só termina daqui a 42 dias. Enquanto isso, recomendamos que releia o manual de instruções detalhadamente. Lá constam dicas importantes sobre atividades a serem desenvolvidas durante o período de TPM, tais como pescar tubarões em alto-mar, caçar rinocerontes na África, limpar a jaula do leão do zoológico, e outras atividades de menor risco…

– Tá legal, Miranela. Muito grato pelas informações. Só mais uma coisa: a que horas você sai daí?

– Lamento senhor, mas não somos autorizadas a fornecer estas informações aos portadores do plano “casado se ferrou lê lê lê”… Após o vencimento do período obrigatório do plano, estaremos disponíveis para as opções “garanhão”, “galinha sem vergonha”, e, evidentemente o pacote máster “Como Tudo que Aparecer”…Só mais uma coisa, senhor: durante esta conversa, sua esposa teve acesso à nossa conversa?

– Olha, no começo não, mas a partir da conversa da troca do plano, ela está aqui no sofá à minha frente, olhos vidrados, suando e respirando fundo. Algum problema?

– Bem senhor, este á mais um dos sintomas do processo. Pedimos que coloque o telefone no gancho, corra para a saída mais próxima, e fuja o mais distante que puder. Estamos enviando uma equipe de busca e apreensão para capturar e guardar sua esposa até o final do período nebuloso. Este serviço será cobrado à parte do plano, conforme as linhas pequenas do contrato, entendeu senhor?

– …

– Senhor, alô, alguém na linha?

– …

Quando a equipe de busca chegou, encontrou apenas uma mulher encostada à parede do banheiro, arfando, olhos estáticos, e um pedaço de pano na boca. Acreditavam que poderia ser o último pedaço da cueca do homem, que nunca mais foi visto, não se sabe se conseguiu fugir e nunca mais voltou, ou se foi devorado pela fêmea em transe. A mulher foi enviada à manutenção, e hoje serve de teste aos cientistas, dentro de uma jaula reforçada, à prova de TPM…