Simplicíssimo

O Zen Necessário

Bem, ao que tudo indica o seu caso é bastante simples, embora as abordagens mais recentes recomendem uma conduta multidisciplinar com observação constante e rigorosa. Comece com três horas semanais do velho, bom e inescapável divã, nas velhas, boas e inescapáveis sessões de 50 minutos cada. Olhando para o teto, a parede, a micose na unha do mindinho ou qualquer outra coisa que não seja a cara do analista, vá desembuchando o que der na cachola. Mesmo que em doses homeopáticas, lembrando que homeopatia séria exige acompanhamento de médico habilitado e uma farmácia de manipulação de absoluta confiança. Acredite no que a numerologia e o baralho cigano profetizam para os seus próximos dez minutos de vida, transcenda os véus ilusórios da razão e visualize o terceiro chakra cercado de runas e patuás de Oxóssi por todos os lados. Caso não consiga visualizar nitidamente, é aconselhável consultar um iridólogo que prescreva shiatsu e florais concomitantemente à terapia de vidas passadas. Leia o Livro dos Espíritos da página 129 até a 354 no mínimo duas vezes ao dia, logo após o Bhagavad-Gita, enquanto banha-se de luz azul num ofurô de bom tamanho – mantendo obviamente a face voltada para Meca e o pensamento focado em Buda. Inspire pelo nariz e expire pela boca, em movimentos abdominais ritmados e profundos, tendo em mente que o alcaçuz in natura apresenta propriedades terapêuticas conhecidas desde os tempos do império asteca, o que pode ser particularmente benéfico no seu caso. Repouse suavemente os braços sobre as pernas, diga “OM” enquanto faz do-in e conserve atitude positiva diante dos percalços, ainda que você deva estar o tempo todo sem sapatos para captar da terra a energia telúrica. Contudo, jamais encare descalço o Caminho de Santiago, mesmo que o referido caminho seja para você uma excursão de 3 dias para a capital do Chile, com traslado, café da manhã e city tour. Em seguida, para saber se está ou não sob efeito hipnótico, ordene que sua mão esquerda comece a formigar. Formigando, junte-a com a direita em posição de prece acima da cabeça, mantendo a postura de lótus e o ambiente aromatizado com incensos de sândalo, rosa branca e limão cravo. Qualquer que seja a resposta do organismo, a radiestesia xamânica é não apenas útil como enfaticamente recomendada, tanto pelos monges tibetanos quanto pelos frades da Ordem Terceira do Divino Sacramento. Terminado o procedimento e feita a pós-assepsia prescrita na segunda série de exercícios de pilates, repita a operação todas as vezes em que, a leste da constelação de Andrômeda, surgir uma estrela âmbar. Persistindo o estado inicial, é hora de lançar mão do reiki, da yoga, do feng shui, da mandala, da massagem ayurvédica, da cabala, da cura prânica, da terapia holística, do mapa astral, do tarô, da gnose, da massoterapia e da acupuntura, necessariamente nesta ordem. Ou não, se assim sentir-se mais confortável.

 

 

Minha homenagem ao Jornalzen, que há 5 anos vem conseguindo colocar ordem e sentido na bagunça aí de cima.

 

 

 

© Direitos Reservados

 

 

 

Marcelo Sguassabia

Comente!

Deixe uma resposta

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!

Últimos Posts