Simplicíssimo

ainda sóbrio

Ainda sóbrio 
espero a sua volta

Ainda sóbrio 
percebo que você ainda tarda a chegar

Começo a ficar angustiado com a sua demora
A cabeça adormecida por pensamentos mornos
Misturados a pensamentos sem nexo…

Ainda sóbrio espero mais um pouco a sua volta
De repente o telefone. É você dizendo que tudo está acabado entre nós.

Olho de um lado para o outro, angustiado, inquieto
Eu observo um revólver bem próximo na gaveta aberta.
Quisera estar completamente bêbado para dar um fim à minha sobriedade ridícula

Afonso José Santana

Comente!

Deixe uma resposta

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!

Últimos Posts