Bodas de prata

– Idalina…
– O quê?
– Estou sentindo uma dor aqui no estômago. O que será, hein?
– Ah, não é nada, Zé.
– Você acha?
– Tome um sonrizal. – Idalina…

– O quê?
– Estou sentindo uma dor aqui no estômago. O que será, hein?
– Ah, não é nada, Zé.
– Você acha?
– Tome um sonrizal.
– Já tomei.
– Tome alguma coisa mais forte.
– Eu já tomei.
– Então fica frio aí que logo você fica bem.
– Mas a dor não some. Já faz horas.
– Some, sim. Fica quietinho aí que logo isso passa, deixa eu dormir, vai.
– Será que passa?
– Claro. Vai ver que foi alguma coisa que você comeu.
– Mas se eu nem jantei hoje, Idalina.
– E daí que não ?
– E daí que…
– Ah, homem, deixa de ser mole! Vai ver então que foi o seu câncer que voltou, só isso…