O Rock Errou

– Então você quer ser um dos novos compositores da nossa banda?… Qual seu nome mesmo?
– Pode me chamar de Rock, mano.
– Você é muito criativo?
– Ô se sou, véio.
– Compõe com facilidade? – Então você quer ser um dos novos compositores da nossa banda?… Qual seu nome mesmo?
– Pode me chamar de Rock, mano.
– Você é muito criativo?
– Ô se sou, véio.
– Compõe com facilidade?
– Com uma puta facilidade.
– Hum-hum. Certo, então canta aí alguma música sua, Rock.
– Ok. Vamos lá. Capela, né? Tá. "Chega mais perto de mim…"  Gostou? Quer um fuminho aí?
– Não, obrigado, eu não fumo. Canta outra.
– Tá. Segura esse:  "Você olhou pra mim e nem piscoou…"
– Hum-hum.
– E aí, gostou, gostou?
– Gostei, sim. Só que tem dois pequenos detalhes que infelizmente te desqualificam inteiramente pra compor pra gente.
– Tá brincando. Sério? Quais, véio?
– Bom as letras até que não são tão ruins, sabe, véio, mas esse não é o problema porque em geral eu mesmo as faço… Mas, a música da "sua" primeira é a mesma de Páre de Tomar a Pílula, do Odair José, e a segunda, é igualzinha à música do Hino Nacional.