Simplicíssimo

Edição 332 (18/06/2009) – Como ser Super

Não sei qual a intenção do Lula, se falar sério ou fazer graça, mas a declaração sobre o escândalo do Sarney é catastrófica: "Eu sempre fico preocupado quando começa no Brasil esse processo de denúncias, porque ele não tem fim, e depois não acontece nada. O Sarney tem história no Brasil suficiente para que não seja tratado como se fosse uma pessoa comum." Realmente, se conhecermos a fundo toda a história do Sarney veremos o quão suficiente é para colocarmos noutro patamar, o das pessoas dotadas de imunidades, privilégios, regalias. Saberemos como ele consegue estar sempre "na direita", mesmo quando ela é "de esquerda" e como ganhar uma cadeira na Academia Brasileira de Letras sem justificativa literária para tal. Pesquise, se informe, desmaie.

Enquanto isso, nós que somos pessoas comuns, filhos de Deus, que não queremos nem luxo, nem lixo, remando contra a maré nessa canoa furada e sonhamos com a imortalidade (da música "Nem Luxo, Nem Lixo", de Rita Lee e Roberto de Carvalho, cantada por Marina Lima) ficamos aqui a ver os navios levar nosso último Pau-Brasil: a moralidade.

Quer ser Super? Aqui vão algumas dicas retiradas de uma rápida pesquisa na internet:
  • Como se tornar um político (piada): do site Mundo Afora, curta, divertida e real:
    – Deputado, o senhor pode nos dizer como começou a sua carreira de político?
    – Ah! Foi logo na infância… Um dia meu pai me chamou e disse: “Filho, a partir de hoje eu vou lhe dar mil cruzeiros toda as vezes que você tirar uma nota maior que 7″.
    Então, eu cheguei para a minha professora e falei: “Escuta, dona Clotilde, a senhora não gostaria de ganhar quinhentos cruzeiros de vez em quando?”.
1- Aprender a ser hipócrita e dissiumulado.
(…)
4- Aprender alguns termos em inglês, tais como: Dólar e Lobby.
(…)

Eduardo H. Sabbi e Ibbas Filho

Comente!

Deixe uma resposta

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!

Últimos Posts