Simplicíssimo

Olho por olho

Antes não tivesse voltado, antes não tivesse pensado em perdoar Zaíra. Mas não agüentou vê-la agarrada no Amaralzinho. Logo do Amaralzinho? Bem, ela merecera o castigo por tê-lo trocado por um rengo. “Agora, o que é que eu ganhei? – pensava, enxergando as grades só com um olho. Sem Zaíra, e zarolho.

Orlando Fonseca

Comente!

Deixe uma resposta

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!