Simplicíssimo

Sem título(01)

Vai amor,

 

segue livre o teu curso,

 

vai como rio sem margens

 

em plena e infinita liberdade.

 

Faz do teu caminho

 

o percurso puro, absoluto,

 

de transparências imaginadas,

 

em navegares sem naus,

 

feita argonauta do Olimpo.

 

Vai amor, lograr

 

em incessante e deificada busca,

 

o complexo lugar,

 

onde esperança e desalento coexistem,

 

onde o amor espera

 

o resgate derradeiro.

 

 

 Dionísio Dinis

 

Dionísio Dinis

Comente!

Deixe uma resposta

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!