Simplicíssimo

Toada do remanso na tempestade

                           

 

I

 

A marola do tempo

Faz suas vítimas.

 

A marola do tempo

Naufraga a fome dos idealistas.

 

A marola do tempo

Cancera a esperança.

 

A marola do tempo

Dirime a soma.

 

A marola do tempo

Desdenha a partilha e a janta.

 

A marola do tempo

Entorpece a vontade que se agiganta.

 

 

II

 

A marola do tempo

É um fermento de fel recrudescendo.

 

A marola do tempo

Edifica cemitérios do desejo.

 

A marola do tempo

Logra a juventude.

 

A marola do tempo

Carcome o lume.

 

A marola do tempo

Cavalga pelas órbitas e platôs da mente.

 

A marola do tempo

Veste de humildade e de fé o ego das sábias gentes.

 


 

http://bocamenordapoesia.webnode.com.pt/

·                                 http://twitter.com/jessebarbosa27

 

 

Jessé Barbosa de Oliveira

Últimos posts

Follow us

Don't be shy, get in touch. We love meeting interesting people and making new friends.

Most popular

Most discussed