Simplicíssimo

Ainda

Ainda sinto o gosto do teu beijo, em minha boca, ainda tenho o cheiro do teu perfume, em minha roupa, ainda te vejo andando na rua, como se fosse um fantasma. E o que aconteceu? Porque foi assim?

Ainda fico triste quando você, está triste, ainda me sinto feliz, quando você está feliz, ainda me preocupo de como será, daqui pra frente. Se você ficar triste ou feliz, sem mim.

Ainda tenho lembranças das nossas brincadeiras, em minha memória, ainda sinto falta de você, dentro do meu dia-dia, ainda me pergunto se tudo devia ter sido desse jeito, não havia outro? E nós? Estamos melhores assim? Ainda quero estar com você, nas noites de filmes de terror, ainda desejo assistir várias alvoradas em fins de ano novo contigo.Ainda me pego falando os acontecimentos cômicos das nossas vidas a todos. Eu te conheci, e isso ainda é uma coisa que não se esquece.

Eu sei que não tenho nada a fazer, a não ser sumir.Eu sei que você teve que escolher entre ficar e me deixar ir. Eu sei que pode ser difícil pra mim, tanto quanto pra você, mas ainda assim que fique em nós dois um pouco do que sempre fomos, devido a ser, que talvez, nunca mais seremos os mesmos.

Ainda estou com minhas mãos em seus cabelos, te fazendo cafuné, ainda tenho o telefone tocando nas tardes e noites quando você me ligava,mas quando atendo, não é mais você, ainda ouço sua voz me chamando nas horas mais difíceis. Não era para ser assim… Nunca.

Ainda tenho seus olhos e sorrisos como o dossiê da nossa historia, ainda tenho o retrato de um dia inesquecível, em nossas vidas, ainda consigo te ver em sonhos.E esse ainda? Será que vai sair de mim?

Ainda lembro de quando éramos amigos, amigos mesmo, ainda sinto o abraço que me deu antes de ir embora, chorando, ainda me recordo de como escrevi esse texto, em lágrimas. E que vida é essa? Que nos toma com o tempo as coisas quemais nos importa.

Eu sei que ainda Deus vai nos colocar de volta nessa vida, por entre seus caminhos “tortos”.Eu sei que o pouco que aprendi de fé, foi com você e você aindanem sabia. Eu sei que vai se tornar fácil algum dia a gente se abraçar de novo,sem chorar, e quem sabe seremos melhores juntos de novo.

Ainda me vejo nas festas, dançando com você, ainda ando pela orla, como se estivesse do seu lado, ainda tenho seus livros em minha estante. Pela cidade, ainda tocam as musicas como se eu fosse um set de filmagem para uma cena de um filme de romance.

Ainda mesmo assim venho pensando, em nós dois no futuro,na hipótese de que há uma possibilidade de nos encontramos sem querer mais adiante, porém hoje, só me resta a precisa convicção de ter que começar a tirar você do meu cotidiano…E mesmo que o tempo nos disfarce as memórias pelas quais sempre construímos, vamos conhecer pessoas novas e nos apaixonar diversas vezes, mas ainda assim irei me arrepender de não ter tentado fabricar com você um novo método de dizer adeus.

Eu ainda…

Huebert Missano

Comente!

Deixe uma resposta

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!

Últimos Posts