Mudanças

Às vezes ficamos chateados com a vida porque algo anda errado e não sabemos o que fazer. Se ficamos calados, em nada vai resolver as nossas aflições. Se falamos alguma coisa, movidos por forte emoção, podemos pôr tudo a perder…

Às vezes ficamos chateados com a vida porque algo anda errado e não sabemos o que fazer. Se ficamos calados, em nada vai resolver as nossas aflições. Se falamos alguma coisa, movidos por forte emoção, podemos pôr tudo a perder. É preciso mudar alguma coisa. Se você vai realizar mudanças na sua vida, comece devagar. Aja sempre com atitudes simples e lúdicas. Nesses momentos seria interessante até trocar o lado de dormir. Mude o seu estilo de vida, use roupas esporte, comece a andar descalço. Visite um orfanato, adote uma criança. Que tal doar aquelas revistas já lidas para um hospital?

Já caminhou rua afora debaixo de chuva? Faça isso! Coma chocolate sem pensar na balança, tome sorvete sem olhar para o relógio. Afaste-se do celular, tente andar sem pressa. Observe que até os caminhos já conhecidos seus terão mais vida, passarão a ter mais flores ao seu redor. Aproveite uma tarde livre para passear no parque ou ir a um cinema. Veja o pôr-de-sol. Assista a outros programas de tevê, leia mais livros e viva novos romances. E se você não puder mudar o rumo das coisas no terreno familiar, afetivo ou profissional, pelo menos os móveis você deve mudar de posição. Veja o mundo com outras perspectivas.

Recife, 15 de setembro de 2005